Meio Bit » Baú » Games » Crianças e Videogames não combinam

Crianças e Videogames não combinam

10/09/2007 às 4:30

meiobit-broken-ps3.jpg Nos velhos tempos os consoles eram parrudos. Você podia jogar um Telejogo, com sua caixa de madeira, do alto do prédio e ele funcionaria perfeitamente. Os Ataris aguentavam horrores. Já vi gente que arrancava cartuchos sem a menor cerimônia, espetando outros, com console ligado. Nunca perderam nenhum cartucho nem nenhum console.

Jogos em disquete, no Amiga, eram igualmente resistentes. Convenhamos, pra danificar um disquete de 3 1/2 você tem que ir na má-intenção.

Hoje em dia os consoles usam CDs, DVDs. Um amigo meu até tentou adestrar seu filho, o Pequeno Damien, mas o guri pega os discos do PS2 com aquelas mãozinhas cheias de dedos, empapadas em gordura de batata frita, ketchup, molho do McDonalds, baba de aliens e outras tantas substâncias corrosivas. É um tributo aos projetistas da Sony que o console continue funcionando.

Não foi o que aconteceu com o pobre coitado que escreve para o Fun Tech Talk. Chegou em casa, reparou algo protuberante em seu PS3. Era uma faca de cozinha.

Tendo uma filha de 4 anos em casa, foi direto à suspeita #1. Ela explicou que a faca era uma de suas "ferramentas", que ela usava para desmontar as coisas.

Ao ligar o console, foi cuspido um disco com o Madden NFL 08. Completamente arranhado. Inutilizado.

Para piorar, depois de 5 minutos funcionando o console morreu, de vez, e não dá nem boot.

Examinando o cadáver, o coitado descobrir que a pimpolha enfiou a faca em vários lugares, tentando achar uma posição para forçar e abrir a tampa. Incluindo os leitores de cartões SD e Memory Stick.

Só posso deixar meus sentimentos, dar meus profundos pêsames, e concordar com a sugestão de um dos comentaristas do post original: Coloque-a para adoção...

relacionados


Comentários