Meio Bit » Baú » Games » O jogo que você não terá o prazer de conhecer

O jogo que você não terá o prazer de conhecer

Game designer cria jogo que não deverá ser aproveitado por qualquer pessoa que já tenha nascido.

02/04/2013 às 8:30

jason-rohrer-01.04.13

Os organizadores da Game Developers Conference propuseram um desafio a aqueles que participaram do evento, criar ou propor ideias para aquele que seria o último game jogado pela humanidade. Participaram da brincadeira nomes como Will Wright, Harvey Smith e Jenova Chen, mas quem chamou mesmo a atenção foi Jason Rohrer, criador de jogos como Passage e The Castle Doctrine.

Para levar o tema do Game Design Challenge um passo adiante, o game designer criou o jogo A Game for Someone, que segundo ele surgiu da ideia de um título que não pudesse ser jogado por ninguém que esteja vivo e a maneira encontrada por ele para garantir isso é bastante curiosa.

Para começar ele desenvolveu o game no computador, de forma que pudesse ser balanceado por uma inteligência artificial, assim nem ele mesmo precisaria jogar para testá-lo. Então o rapaz apresentou sua criação, uma espécie de jogo de tabuleiro, a um público durante a feira, tomando o cuidado de esconder alguns elementos cruciais do layout para evitar que as pessoas pudessem implementar engenharia reversa em sua mecânica e para terminar, ele produziu as peças em titânio e o enterrou no deserto de Nevada, junto com as instruções impressas em uma papel a prova de acido.

Como o intuito de Rohrer parece ter sido deixar as pessoas intrigadas, ele entregou envelopes a todos aqueles que estiveram presentes na apresentação e neles haviam 900 coordenadas em GPS, totalizando um milhão de combinações e caso cada uma pessoa visite uma localidade por dia, seria necessário 2700 anos para encontrar o jogo e se tudo correr conforme o planejado, fará com que ele permaneça escondido até que nenhum nós estejamos vivos.

Ah, se você gostou da ideia de Jason Rohrer, saiba que ela foi eleita pelo público como a melhor do concurso.

[via Polygon]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários