Meio Bit » Baú » Games » Nintendo diminui exigências para desenvolvedores indies

Nintendo diminui exigências para desenvolvedores indies

Após complicar muito a vida dos desenvolvedores indies, Nintendo afrouxa regras para jogos serem vendidos através do eShop.

26/03/2013 às 14:30

wii-u-eshop_26.03.13

Lembra quando Brian Provinciano, criador do Retro City Rampage, revelou que publicar o jogo no Wii seria uma espécie de presente aos donos do console, já que ele dificilmente conseguiria recuperar o alto valor investido na conversão? Pois numa época em que os desenvolvedores indies suplicam para que os novos consoles sejam mais abertos aos pequenos estúdios, a Nintendo é a primeira a atender aos pedidos.

A boa notícia foi dada por Dan Adelman, gerente de desenvolvimento de negócios do eShop, a loja virtual do 3DS e Wii U. Segundo o executivo, a partir de agora uma das exigências que deixarão de existir é que os criadores dos games tenham um escritório, algo que a fabricante julgava necessário para garantir a segurança dos kits de desenvolvimentos e das informações confidências.

Nós temos apenas alguns requisitos para que as pessoas se inscreverem como um desenvolvedor licenciado da Nintendo,” explicou Adelman. “Os mais importantes são que você tenha alguma experiência criando games, que seja capaz de manter seguros quaisquer materiais confidenciais como kits de desenvolvimentos e ter de criar uma companhia. Nada disse deve ser algo proibitivo para qualquer desenvolvedor independente.

Outra exigência que também foi abolida é a necessidade de vender pelo menos seis mil cópias de um jogo para que o estúdio comece a receber sua parte, algo que a Nintendo alega ter adotado como maneira de forçar as empresas a investir na qualidade de suas criações. Sendo assim, mesmo que o título só venda uma cópia, a quantia destinada ao desenvolvedor será prontamente paga.

Acredito que com essa atitude a BigN conseguirá chamar a atenção de muitos estúdios, o que obviamente é bom para os jogadores, que terão mais jogos à sua disposição e com sorte Sony e Microsoft também eliminarão algumas das barreiras que ainda existem nos seus atuais consoles.

[via CVG]

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários