Meio Bit » Baú » Indústria » Jatos de tinta imprimindo ossos

Jatos de tinta imprimindo ossos

16/08/2007 às 19:19

meiobit-bonefactory.jpg

Meu avô era dentista, e eu via como ele sofria com os protéticos até as dentaduras encaixarem nos pacientes. Imagine então um implante ósseo, onde o médico tem que ficar serrando, limando, experimentando, enquanto você está ali, aberto como um figurante de CSI.

Uma pesquisa da Universidade de Tóquio em conjunto com uma firma de tecnologia desenvolveu uma solução ousada: Através de tomografia computadorizada, Raio-X e muita matemática escaneiam as áreas onde há dano ósseo em um paciente, enviam os dados para uma impressora 3D, que através de lasers e uma solução de "alpha-tricalcium phosphate", uma biocerâmica, esculpe uma prótese, perfeitamente adequada ao contorno do osso pré-existente.

A prótese criada é porosa, com características próximas ao osso verdadeiro, o que facilita sua integração com o tecido circundante. A precisão é de 1mm, o que significa bem menos tempo limando, lixando e testando o encaixe.

Foram feitos testes com 10 pacientes nos últimos dezoito meses. No final do ano começarão novos testes em 10 hospitais, com 70 pacientes.

O material criado ainda é fraco, não pode ser usado para substituir ossos que suportem peso, mas ainda assim é dez vezes mais forte que as alternativas existentes. Por enquanto está sendo muito usado em reconstrução facial, o que considero uma linha de atuação bem válida. Entre não andar e parecer com o Arseface, da série em quadrinhos Preacher (não google por isso se tiver estômago fraco) eu prefiro uma reconstrução facial.

E antes que perguntem, não, eles ainda não estão fazendo com Adamantium.

Comentário do Leo: "Imagine o preço do cartucho de tinta..."

Via Pink Tentacle

relacionados


Comentários