Meio Bit » Baú » Fotografia » É possível ter uma câmera digital sem um computador?

É possível ter uma câmera digital sem um computador?

15/08/2007 às 22:25

meiobit-z750.jpg

O MeioBit já publicou uma pesquisa sobre revelação digital, mas todas as iniciativas que veja de popularização de máquinas digitais sempre colocam o computador no meio. Será mesmo necessário?

A fotografia convencional está morrendo rapidamente no meio amador, mas poderia ir embora mais rápido, o que seria bom até para o meio ambiente, diminuindo o uso de toneladas de líquidos tóxicos necessários à revelação de filmes. Uma rápida pesquisa mostra que não é necessário, de forma alguma, ter um computador para aproveitar a fotografia digital.

O pessoal que anuncia aquelas câmeras vagabas nos programas de TV vende a idéia de que a própria câmera pode ser usada para visualizar as fotos, mas o que querem mesmo é que o desavisado pense que o cartão de memória é igual a filme, e quando enche ele precisa de outro. Não deixe que ninguém caia nessa.

Então, como fazer com que seus pais finalmente adotem a tecnologia digital e suas vantagens? Vamos evangelizar um pouco.

1 - a câmera

A maioria das câmeras digitais é muito simples de usar. Em minha experiência as melhores interfaces são da Casio e da Sony. É possível achar equipamentos com menus em português, e a escolha entre foto e filme se resume a girar uma rodinha. Em menos de uma hora um leigo pode aprender todo o básico, e você não terá que explicar detalhes de sincronização, importação, etc. Os bons equipamentos podem ser totalmente automáticos ou totalmente manuais. Use isso para estimular a curiosidade, mostre que a máquina pode fazer muito mais que a antiga, ou pode ser usada no melhor estilo "aponte e dispare", sem preocupações de avançar o filme, ou - a maior vantagem- estar limitado a 12/24/36 poses.

2 - a revelação

O termo revelação é um daqueles que se tornaram inexatos, mas ficou. Navios com turbinas a gás falam "a todo vapor", então fiquemos com ele. No nosso caso, você pode acompanhar quem você estiver evangelizando até uma loja, aposto que seu pupilo ficará impressionado em ver as fotos na tela do computador, podendo escolher corte, quem irá ou não irá ser revelado, etc. Ensine a solicitar junto com as cópias impressas, que o conteúdo do cartão de memória seja copiado para um CD. Aliás, peça duas cópias.

Explique que você pode copiar as fotos para o CD, mas não é obrigado a imprimir cada uma delas. Apele para o bolso, sempre funciona.

3 - exibindo

Muito provavelmente já existe na casa de quem você está evangelizando um aparelho capaz de exibir as fotos do CD, chama-se DVD Player. De uns 3 anos pra cá quase todo aparelho decente (e curiosamente TODOS os indecentes) exibem imagens em JPEG. Na primeira reunião familiar, onde todos puderem ver ao mesmo tempo as fotos na TV, ao invés daquele ritual clássico de ficar passando álbuns de mão em mão, vários vão considerar a idéia de comprar uma câmera digital.

4 - prevenindo problemas

Não adianta, seu entusiasmo não irá passar por mágica, por mais que você tente vender o peixe. Quem não tem computador em casa provavelmente desconfia de tecnologia. Ao tentar converter alguém assim para o Maravilhoso Mundo da Fotografia Digital, irão achar todos os defeitos que existem e mais alguns inexistentes. Portanto, avise seu catequizado dos problemas:

  • Baterias acabam. Algumas duram bastante, outras menos. Nem toda câmera usa pilhas, então deve-se manter o carregador por perto, e verificar o estado da bateria antes de sair para um dia de fotos.
  • Cartões de memória são bons mas não são mágicos. Os cartões de 32MB que vêm nas máquinas são ridículos. Invista em um de 1GB, ou 2GB logo. Um filme de 36 poses custa R$9,90. Um cartão SD de 1GB que vai comportar muito mais que isso custa R$39,00.
  • Fotos devem ser apagadas depois de gravadas em CD. Esquecer de apagar as fotos e depois reclamar que a máquina diz que "a memória está cheia" é mais comum do que você imagina.

Principalmente, explique que não existe almoço grátis. Não caiam naquele golpe de "1200 fotos em um cartão", explique o conceito de resolução, mostre como fica impressa uma foto em 640x480 e ensine a não economizar na hora de configurar o tamanho da imagem. Ensine a usar sempre o máximo, cartão é barato. Poder ampliar uma foto até o tamanho de um pôster e manter a qualidade, não tem preço.

relacionados


Comentários