Meio Bit » Arquivos » Internet » Relacionamentos online: Tem gente que não aprende

Relacionamentos online: Tem gente que não aprende

15/08/2007 às 20:18

taradonet.jpg

A ingenuidade humana é algo impressionante. Experimente: Entre em uma sala de bate-papo e diga: "Para ver as mensagens privativas, aperte ALT+F4". Metade dos membros vão se desconectar por medo, a outra metade por ter fechado a janela achando que iam ver alguma coisa.

A Internet é um excelente meio de comunicação, e como tal serve para se encontrar a cara metade, ou só a metade que é cara mas consegue-se um descontinho. O que não dá é assumir que uma série de letrinhas em uma tela e uma foto escaneada de revista provam que aquela linda ninfetinha te dando bola é de verdade.

Se você está falando com alguém de sua cidade, ou próxima, beleza, marque um encontro e pronto. Se for alguém morando mais distante, e o "relacionamento" (enquanto não for ao vivo não dá pra tirar as aspas) se mostrar promissor, marque uma visita a uma cidade que fique a meio-caminho dos dois. De preferência um lugar onde você possa se divertir sozinho, se sua "amiga" não aparecer.

Ser racional em relacionamentos é complicado, mas no início, ainda mais em relacionamentos online, é essencial, do contrário você aparecerá pagando mico na mídia internacional, como este idiota da Austrália, que com 56 anos nas costas conseguiu se apaixonar por uma Africana, foi parar em Mali, um país cujo PIB é pago em vale-transporte, foi sequestrado, espancado e preso por bandidos por duas semanas. Ou este mané aqui que gastou US$1200,00 pra ir de Hong-Kong até Taiwan encontrar sua amada e descobriu que ela era homem. Pior, o sujeito entrou na Justiça pedindo o ressarcimento do dinheiro gasto. E perdeu.

relacionados


Comentários