Meio Bit » Baú » Miscelâneas » Software aeronáutico está ajudando a concluir a obra-prima de Gaudí, 130 anos depois

Software aeronáutico está ajudando a concluir a obra-prima de Gaudí, 130 anos depois

Software voltado para design aeronáutico realiza engenharia reversa nos modelos de Gaudí e ajuda a dar sequência nas obras da basílica da Sagrada Família.

11/03/2013 às 16:33

A Basílica da Sagrada Família, um dos mais incríveis projetos arquitetônicos dos últimos 200 anos, está em vias de, finalmente, ser concluído.

sagrada-familia

Sua pedra angular foi assentada em 1882, porém as obras de fato só se iniciaram no ano seguinte, quando Antoni Gaudí (então um jovem com seus 31 anos de idade) assumiu. A primeira coisa que fez foi mudar totalmente o projeto - inicialmente neogótico - para o atual, considerado o maior exemplar da arquitetura modernista catalã. Gaudí dedicou os 43 anos seguintes à obra, sendo os últimos 15 de sua vida de forma exclusiva. Após sua morte, em 1926, as obras continuaram segundo referências e instruções que ele deixou.

Entretanto, 10 anos depois, veio a Guerra Civil Espanhola e o estúdio do escultor, bem como seus modelos, croquis e plantas, foram destruídos. A obra ficou suspensa até 1944, quando se decidiu tentar reproduzir o trabalho de Gaudi, sem base documentada alguma.

O resultado: muitas das incursões realizadas transformaram a basílica numa colcha de retalhos, com cada arquiteto-chefe que a assumiu indo para um lado, bem distante da ideia inicial de Gaudí, de que a basílica fosse "a Bíblia talhada na pedra". As únicas partes concluídas até a morte do artista eram a cripta e a Fachada da Natividade (partes estas as únicas tombadas pela UNESCO). Após a conclusão da segunda fachada, a da Paixão, as obras diminuíram de ritmo, pois ninguém mais sabia como prosseguir, até porque a terceira e última fachada, a da Glória, deveria ser a mais monumental das três, e desvirtuá-la seria terrível.

É aí que entra Mark Burrey. Com ajuda de um software de design voltado para uso aeronáutico, ele e uma equipe de arquitetos conseguiram fazer engenharia reversa nas maquetes de Gaudí, ou melhor, nos restos das maquetes. Graças a isso a conclusão da basílica está prevista para 2026, centenário da morte do artista.

O programa 60 Minutes mostrou a quantas anda o projeto, e como o software conseguiu recuperar o trabalho original. Assistam o vídeo abaixo, vale muito a pena. 🙂

Fonte: The Verge.

relacionados


Comentários