Meio Bit » Baú » Ciência » Reviravolta: campos eletromagnéticos usados para tratar câncer

Reviravolta: campos eletromagnéticos usados para tratar câncer

Tratando câncer com campos elétricos: pesquisa mostra que células cancerígenas têm multiplicação afetada por campos eletromagnéticos na faixa dos 200 kHz.

06/08/2007 às 17:25

meiobit-magneto.jpg

Uma pesquisa do Instituto de Tecnologia Technion-Israel, em Haifa estudou o efeito de campos elétricos em células cancerosas. Pesquisaa in vitro determinaram que campos de determinadas frequências afetavam negativamente (pro câncer) a divisão das células.

Depois de estudos em animais, foram feitos testes com dez pacientes humanos portadores de glioblastoma multiforme, um tipo de tumor cerebral com baixa taxa de sobrevivência. Os pacientes receberam eletrodos, com os quais foram aplicados campos eletromagnéticos de 200 kHz durante até 18 horas por dia.

Os pesquisadores observaram que os tumores progrediram em uma velocidade bem menor que a usual, levando em média 26 semanas, e em alguns casos houve até regressão. A sobrevida dos pacientes foi consideravelmente longa, em média 62 semanas. Com tratamento convencional a progressão dos tumores leva em média 10 semanas, e a sobrevida dos pacientes fica na casa das 30 semanas.

3 dos 10 pacientes ainda estão vivos, dois anos após o início do tratamento com campos elétricos.

Essa é uma pesquisa séria, não veio da Academia de Ciências do Fantástico. Os resultados foram publicados na edição de agosto da Physics Today, e no The Proceedings of the National Academy of Sciences (Kirson et al., PNAS 104, 10152-10157, June 12, 2007).

Isso é o que se ganha ao fazer pesquisa científica séria. Se esses cientistas caíssem nas armadilhas da mídia histérica “celular dá câncer, todos em pânico!” jamais teriam pensado em iniciar esse estudo.

Agora, claro, só precisamos que alguém faça o óbvio, e confirme que o iPhone emite um discreto porém constante campo eletromagnético na faixa dos 200 kHz.

Fonte: MedGadget.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários