Meio Bit » Baú » Facebook: o que há de especial ?

Facebook: o que há de especial ?

29/07/2007 às 16:19

Em alguns blogs que leio só se fala nisso: Facebook, o tal site de social networking. Trata-se de um Orkut melhorado, com os mesmos elementos de toda rede social que se preze: perfis, convide seus "amigos", poste o que está fazendo, seus projetos, fotos, vídeos, enfim. Resolvi entrar para testar o serviço, ver o que haveria de tão especial neste "novo" conceito.

O Facebook era fechado, sendo oferecido somente para estudantes secundários e universitários nos EUA, o que o tornou um fenômeno dentro destas instituições. Ao mesmo tempo, este "isolamento" permitia uma exclusividade, assim realmente somente as comunidades acadêmicas participavam, e montavam suas "redes" de alunos. Depois de algum tempo (em setembro de 2006), com a popularização do serviço, resolveram liberar o acesso para todos, e o tráfego cresceu substancialmente.

O Robert Scoble, uber-blogger, comenta que o Facebook é o novo Rolodex, onde as pessoas agregam suas conexões de negócios. Claro, pode até ser que funcione para ele, mas realmente convidar cada um de seus contatos para participar parece um pouco extremo.

Após usar o serviço por alguns dias, convidei alguns contatos que estavam já inscritos e verifiquei se havia algo que poderia ser de valia para mim. Não vi absolutamente nada que valesse a pena manter ali (meu perfil no facebook). Faço tudo que preciso via e-mail, tenho um perfil no LinkedIn (que também uso pouco), e creio que o Facebook não passe do novo hype do momento.

relacionados


Comentários