Meio Bit » Baú » Games » Inacreditável: Sequestrado para revelar senha do jogo

Inacreditável: Sequestrado para revelar senha do jogo

18/07/2007 às 9:46

meiobit-gamer.jpg A primeira impressão é de que é uma ação de marketing viral, mas como não há exatamente um beneficiado, e a Folha de S. Paulo é, até prova em contrário um veículo sério, sou forçado a entender como verdadeira esta notícia.

Uma quadrilha composta por quatro jovens foi presa na manhã desta terça-feira por policiais civis do DAS (Divisão Anti-Seqüestro) de São Paulo. Eles são suspeitos de seqüestrar um jovem para conseguir sua senha no jogo Gunbound.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), Anderson Faquini, 19, Alexsander Kaiser Pereira, 27, Tamires Rodrigues Vieira, 19, e Igor da Silva Carvalho, 27, atuaram em conjunto no seqüestro relâmpago de um jovem de São Paulo em maio deste ano.

A intenção da quadrilha, segundo a SSP, era a de obrigar o jovem a fornecer sua senha para que eles vendessem a pontuação --e o lugar no ranking-- por R$ 15 mil usando o site Youtube.

Será que não estão levando isso longe demais? Será que agora nem sentar em casa e jogar podemos? Ou devemos nos esconder atrás de nicknames anônimos? Eu sou o melhor jogador de Duke Nukem do mundo (devo ser mesmo, o único que sobrou) e não posso nem falar isso, pois um esperto vai tentar me sequestrar e vender minha senha no mercado negro?

Isso me parece um daqueles filmes ruins onde o sujeito é um überhacker sequestrado por um vilão e forçado a invadir alguma instalação governamental. Sendo que na vida real não há nenhum Chuck Norris para nos salvar.

relacionados


Comentários