Meio Bit » Baú » Fotografia » O Dia em que o Big Brother venceu Kafka

O Dia em que o Big Brother venceu Kafka

Não era pegadinha: senhora israelita teve carro rebocado por estacionar numa vaga para deficientes que não existia, ainda bem que as câmeras flagraram tudo!

08/02/2013 às 23:59

O causo veio direto de Israel. Tel-Aviv, pra ser mais preciso, mas poderia vir da mente de um redator daqueles programas de pegadinhas idiotas. O fato de ter acontecido de verdade, entretanto, tira boa parte dos aspectos cômicos (mentira, ri bagarai) e transforma a história em um pesadelo burocrático digno de Kafka, 1984, Brazil ou… Brasil.

Tudo começou quando Hila Ben-Baruch parou seu carro em uma vaga e foi resolver sua vida em algum local próximo. Quando voltou ela descobriu que o carro havia sido rebocado.

Pior: No lugar do carro, uma vaga perfeitamente demarcada indicando prioridade para deficientes físicos.

Entrando em contato com o DETRAN local, ela descobriu que devia 350 shekels (US$ 95,00) de multa, por parar em local proibido. Ela argumentou que a vaga não estava lá quando ela parou, o que convenhamos é uma desculpa pra lá de esfarrapada, ao menos para os padrões brasileiros.

Aqui já houve caso de carro que foi multado em cima do reboque, um fusca que interessou até a Nelson Piquet, por ter sido multado ao trafegar a 450 km/h, um Gol 1.0 multado em Niterói por excesso de velocidade na casa de 880 km/h e até um carro multado no Rio ao furar o sinal no cruzamento entre duas ruas paralelas.

Em Israel esse tipo de coisa não é normal, então a Dona Hila correu atrás de seus direitos. Esperta como o pessoal da Tribo costuma ser, caçou câmeras de segurança na região até achar uma que enquadrava certinho a Vaga da Discórdia. Como todo cidadão do planeta adora a idéia de dar uma carcada no Governo, cederam a fita.

Hila foi pra cima do DETRAN, mostrou a fita e, ao contrário do daqui, não discutiram, anularam a multa e os custos do reboque. mais ainda; a Prefeitura reconheceu como um “grave engano” e “incompetência inaceitável” a história toda.

Ela está pensando em processar a prefeitura, pelo tempo perdido e aporrinhação. Eu acho justo.

Aqui o vídeo da inacreditável cara-de-pau dos funcionários da prefeitura:

Fonte: IH.

relacionados


Comentários