Meio Bit » Baú » Games » Jogos para Linux não estão nos planos da Id Software

Jogos para Linux não estão nos planos da Id Software

07/02/2013 às 13:00

dori_tux_07.02.13

Você pode até não gostar do Linux e achar que ele nunca será ideal para games, mas uma coisa é inegável, o repentino interesse de Gabe Newell pelo sistema operacional serviu para mostrar que existe vida além do Windows e que se mais jogos forem lançado para o pinguim ele pode se tornar uma plataforma que mereça mais atenção das desenvovledoras, mas essa opinião parece não ser compartilhada por John Carmack.

Não penso que um bom caso de negócios possa ser feito ao darmos apoio oficial ao Linux hoje em dia e a Zenimax não possui uma política para lançamento extra-oficial como a id costumava fazer. Não posso falar pelos executivos da Zenimax, mas eles nem mesmo publicam jogos para Mac, então eu ficaria surpreso se mostrassem interesse em publicar oficialmente e dar suporte a jogos para Linux.

O senso comum costuma dizer que o Linux não possui um bom mercado para jogos. A id Software testou esse conceito duas vezes, com o Quake Arena e o Quake Live, e o senso comum se mostrou correto.

Carmack deixou claro que não possui nada contra o sistema operacional e que uma adaptação poderia ser feita em duas semanas, mas que algo oficial exigiria um trabalho muito mais elaborado e que não utiliza o Linux em nenhum dos seus computadores de trabalho. Por fim, o criador de clássicos como Quake e Doom disse acreditar que uma saída seria um melhor desenvolvimento de ferramentas de emulação, eliminando assim a necessidade da empresas investirem em adaptar suas criações para o Linux.

Confesso não saber como anda esse cenário no sistema operacional, se as pessoas estão conseguindo rodar seus jogos pelo Wine com uma boa qualidade ou não, mas considero a proposta interessante. No entanto, nada disso será necessário se o Steam conseguir abrir caminho com o Ubuntu, pois imagino que assim o interesse pelas conversões oficiais surfiria naturalmente.

[via VG247]

relacionados


Comentários