Meio Bit » Baú » Games » BioWare e a dificuldade em sobreviver após uma aquisição

BioWare e a dificuldade em sobreviver após uma aquisição

01/02/2013 às 14:30

dori_mas_29.01.13

Uma das maiores preocupações quando um estúdio é adquirido por uma gigante é de que a equipe perca a liberdade de criação, tendo que adaptar suas franquias ao gosto dos novos donos. Neste sentido uma das maiores vilãs da indústria é a EA, empresa que muitos criticam por desfigurar ou até mesmo matar várias propriedades intelectuais, mas para Greg Zeschuk, fundador da BioWare e que recentemente deixou a criação de games, o segredo estaria na estabilidade da desenvolvedora.

Acho que uma das razões para termos sobrevivido e termos obtido sucesso com a EA foi que a nossa companhia estava madura o suficiente e haviam pessoas boas o suficiente para lidar com a pressão da EA – algo que foi bem intencionado, mas bastante vigoroso. Precisamos ser fortes para sobreviver a isso e penso que o fizemos e ainda evoluímos.

Concordo com as palavras de Zeschuk e não consigo imaginar como um estúdio tão grande e importante se deixaria levar pelas imposições da editora, algo que certamente acontece, mas não da maneira que vemos em desenvolvedoras menores. Outro exemplo nesse sentido é a Blizzard e mesmo que tanto ela quanto a BioWare tenham desagradado seus fãs recentemente, não vejo muita culpa da EA ou da Actvision nestes casos.

Já sobre a sua aposentadoria dos games, o agora fabricante de cerveja caseira disse que os fãs ficaram loucos com ele e Ray Muzyka por terem os abandonados, pois pensavam que a dupla os deviam mais jogos e concluiu afirmando gostaria de continuar entregando esses games, porém não acredita mais ser tão bom nisso como antigamente. Para ele, “o fogo apagou.

[via VG247]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários