Meio Bit » Baú » Indústria » E agora, Apple?

E agora, Apple?

24/01/2013 às 13:37

aapl

A Apple anunciou ontem o resultado do faturamento do último trimestre de 2012. Com o lançamento do iPhone5 e do iPad Mini, o resultado demonstrado foi o maior faturamento da história de qualquer empresa num único trimestre. A receita gerada foi de 54,5 bilhões de dólares. Maior do que as três primeiras colocadas anteriores, todas da Exxon Mobil. Além disso, esse faturamento representou um lucro de 13,08 bilhões de dólares, o quarto maior da história. O resultado disso foi que ontem, no after market, as ações da Apple despencaram quase 11%, fazendo a empresa perder quase 50 bilhões em valor de mercado.

O problema reside no fato de que para os analistas e investidores, o volume de crescimento da Apple está pequeno e não se enxerga uma capacidade da empresa de reverter isso a curto prazo. Outro detalhe importante: a margem de lucro caiu quase 15%, de 44,7% um ano atrás para 38,6% nesse trimestre. Parte disso é explicado pelo lançamento do iPad Mini, que custa bem mais barato que o iPad e com isso tem uma margem menor de lucro. A empresa continua faturando alto, mas para o mercado, existem dúvidas sobre sua capacidade de crescimento e de inovação. No último trimestre, 47,8 milhões de iPhones e 22,9 milhões de iPads foram vendidos, mas parece que o encanto permanece apenas nos usuários. Para o mercado, a Apple está na berlinda.

É um pouco complicado entender a lógica do mercado, considerando que a Apple é a empresa mais valiosa do mundo, suas vendas e faturamento nunca estiveram tão altos. A empresa continua sendo uma grande empresa, mas suas ações no momento não são o melhor negócio do mundo.

Como consumidor, a percepção que eu tenho é que de fato a Apple não tem inovado muito. Em que pese a evolução dos seus produtos, com iPads, iPhones, iMacs e Macbooks cada dia melhores e mais finos, os lançamentos recentes são "mais do mesmo". A Apple tem apenas acompanhado o mercado, que já possuía diversos celulares tops com telas bem maiores e tablets com 7". Além disso, as mudanças no iOS agregaram funções que também não eram nenhuma novidade. Apesar do ecossistema funcionar muito bem, a experiência de uso permanece a mesma há um bom tempo.

Fica difícil imaginar, sem Jobs no comando, o que a Apple fará para reverter isso. Grandes revoluções ocorreram com ele no comando: o iPod, a iTunes Store, o iPhone e o iPad. Mas, por enquanto, parece que a companhia mais valiosa do mundo está estagnada.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários