Meio Bit » Baú » Games » Sobre rumores, críticas e linha editorial

Sobre rumores, críticas e linha editorial

23/01/2013 às 15:57

dori_rum_23.01.13

Hoje recebi duas mensagens pelo Twitter de leitores reclamando do fato de que dos últimos dez post publicado por mim no Meio Bit Games, seis foram sobre rumores ou especulações. Bom, eu sei que algumas não gostam de textos que falam sobre boatos e ao tentar me justificar, dizendo que isso é algo que acredito fazer parte da indústria, a resposta foi de que só se for para mim e que “é mais fácil praticar esse ‘jornalismo’ preguiçoso.” Então, como acho que 140 caracteres é pouco para expressar minha opinião, decidi que o melhor seria colocá-la aqui mesmo, até como uma espécie de satisfação a todos os leitores.

Para começar, eu nunca pratiquei jornalismo de tipo algum nos blogs que escrevi. Eu não sou jornalista e ao contrário de muitas pessoas que escreverem para blogs, nunca me apresentei como tal e desde o primeiro texto que publiquei na internet a minha intenção sempre foi fazer algo como se eu estivesse conversando com um amigo.

Isso dito, não tenho a menor vergonha de admitir que gosto de saber desses rumores, que por sinal fazem parte de todos os tipos de indústrias (não por minha vontade) e uma preocupação que tenho antes de escrever sobre um deles é ver se existe o mínimo de possibilidade de se tornarem verdade, afinal acho que nunca os classifiquei como algo verdadeiro e não sou maluco de vir aqui especular que o Playstation 4 será vendido por US$ 50 ou que o próximo Xbox terá o poder de processamento de um Titan (viu? E nem precisei fazer um jornalismo elaborado pra descobrir o nome de tal máquina).

É verdade que nos últimos dias publiquei diversas notícias não confirmadas e acreditem ou não, não fiz isso porque quis, mas sim porque os rumores surgiram num curto período (como eu havia previsto) e entre escrever sobre eles e esperar dias, semanas, meses até que fossem confirmados, preferi passar as informações que julguei relevantes, mesmo que depois elas se mostrem falsas.

Preciso dizer ainda que acredito que outras pessoas também se interessem em saber sobre os assuntos que correm nos bastidores da indústria e algo que me leva a pensar assim é o fato de vez ou outra alguém me perguntar como imagino que será os próximos consoles ou jogos e sinceramente, há outra maneira de realizarmos tal exercício de imaginação que não seja nos baseando nas informações extra-oficiais que surgem diariamente?

Além disso, é claro que muito do que é dito por aí acaba não se confirmando, mas também temos inúmeros casos de notícias que começaram a circular muito antes das fabricantes desejarem, o que por sinal muitas vezes chega a ser uma estratégia de divulgação, e talvez vocês se lembrem da então possibilidade do Final Fantasy VII reaparecer no PC, do sucessor do PSP se chamar Vita, da versão do Steam para Linux ou de tantos outros rumores que podem ser visto numa categoria que temos dedicada justamente a essas especulações.

Portanto, o que quero com esse post é dizer que a publicação de textos sobre rumores provavelmente continuará e que uma boa dica para quem não gosta deles é ficar de olho logo abaixo do título para saber se ele foi categorizado como tal e se você estiver insatisfeito com os textos publicados por aqui ou quiser fazer alguma sugestão, acho que os comentários ou o formulário de contatos do site é um lugar muito melhor do que o Twitter, assim você poderá elaborar melhor sua opinião e por favor, antes de vir tentar desqualificar meu trabalho acusando-o de preguiçoso, procure me conhecer melhor, saber o quanto me dedico aos games e se possível, não deixe de reconhecer sempre que eu postar algo inédito ou que apareceu no Brasil primeiro no Meio Bit Games e só depois em qualquer outro site repleto de colaboradores e/ou funcionários, ok?

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários