Meio Bit » Baú » Indústria » Sobre Processadores e Erratas

Sobre Processadores e Erratas

04/07/2007 às 3:48

Vocês sabem quantos transistores há num Core 2 Duo? 291 milhões. E lembrem-se: numa área de apenas 143mm2. Alguém aí acha, realmente, que um projeto dessa magnitude é possível ser completamente livre de erros?

Pois é. O Theo de Raadt, fundador do OpenBSD, anda berrando aos quatro cantos ( na verdade, escrevendo na lista de desenvolvedores do OpenBSD ) que "... esses processadores são defeituosos como o inferno..." ( tradução livre ) e por aí vai. E isso deu início a uma longa discussão, que está se alastrando por várias listas e "blogs" pelo mundo.

O curioso é que o pessoal parece ter memória curta. Processadores sempre tiveram erratas. Todo projeto tem problemas. O Z80, mais vendido processador da história, teve dezenas delas. O Pentium, também ( lembram do famoso F00F ? ). É por isso que os fabricantes divulgam as falhas: para que os desenvolvedores possa "contornar" a situação, até a próxima revisão do núcleo.

Particularmente, concordo com o Linus Torvalds ( aquele do Linux ): "... [esses bugs] são totalmente insignificantes...".

[via Dailytech]

relacionados


Comentários