Meio Bit » Baú » Indústria » HDs 100 vezes mais rápidos?

HDs 100 vezes mais rápidos?

02/07/2007 às 22:11

small_5_head_laser_pointer.jpg De todos os componentes usados no seu micro, qual deles é o que mais prejudica a "performance" geral do sistema? Quem chutou o disco rígido, acertou. Por mais que processadores, memórias, chipsets e barramentos fiquem mais rápidos, os velhos discos magnéticos estão limitados pela velocidade de rotação, pela inércia da cabeça e pela densidade. Como, infelizmente, a última é a única que tem avançado razoavelmente bem, a coisa não parece muito promissora...

Aliás, tanto é assim que o mercado está olhando para os discos de estado sólido ( SSD ) como o novo Graal da computação pessoal. Mas esse é um cálice ainda muito caro e pesquisadores da Radboud University Nijmegen, Holanda, foram em outra direção: aumentar consideravalmente a velocidade dos HDs atuais. Para isso, desenvolveram algo inédito: usaram laser para mudar, diretamente, a polaridade magnética das moléculas do disco ( que é muito diferente dos discos opto-magnéticos que já vimos por aí ). A técnica, ainda em estágio de pré-protótipo, permite a gravação de dados 100 vezes mais rapidamente que as atuais cabeças magnéticas, mas tem a desvantagem de "espalhar" por uma área muito maior cada "bit" no disco. Resultado: menor densidade de informação, o que nos levaria a discos com mais pratos e, portanto, consumidores de mais energia.

A idéia tem suas limitações, mas é promissora. Infelizmente, a previsão é de que a tecnologia esteja pronta para o mercado em dez anos... até lá os SSDs já estarão popularizados, consumindo uma fração do que consomem hoje, custando menos que isso e ninguém vai querer voltar aos velhos pratos rotativos...

[via Sciencemag]

relacionados


Comentários