Meio Bit » Baú » Fotografia » TV Americana (acha que) inova em mídias sociais kibando a Globo de 20 anos atrás

TV Americana (acha que) inova em mídias sociais kibando a Globo de 20 anos atrás

Você decide, através da internet, o final do episódio de Hawaii Five-0 na CBS esta semana.

14/01/2013 às 8:57

Em um episódio de Star Trek é mencionado que a forma de entretenimento conhecida como televisão saiu de moda no começo do Século XXII. Olhando seus relatórios de audiência a maioria dos executivos de TV devem achar essa estimativa otimista.

O número de espectadores vem sistematicamente caindo. A quantidade de horas que as pessoas vem dedicando à TV cai a cada ano. Nos EUA um cidadão médio passa 141 minutos por dia vendo TV. Consultando o celular, 144 minutos.

Os canais estão tentando emplacar aplicações de segunda tela, para agregar os espectadores através de redes sociais. Alguns são até legais, mas muito primários. Os próprios usuários estão usando principalmente o Twitter e se mobilizando sozinhos, muitas vezes acompanhando programas que não veriam, que com a interação das redes sociais se tornam extremamente divertidos.

Agora, confirmando que 99% dos executivos de TV são velhos de 98 anos tecnófobos luditas e que não aceitam nada que não tenham criado com as próprias mãos, a CBS resolveu tentar uma nova estratégia, genial, inovadora, moderna e ousada só que não:

Durante a exibição de um episódio de Hawaii Five-0 os espectadores poderão votar via Twitter ou no site e escolher quem será o assassino. Foram filmados três finais, e o mais votado será exibido.

Se você tem mais de 25 anos com certeza lembra do Você Decide, programa da Rede Globo que propunha dois finais, as pessoas votavam através de telefonemas e na volta dos comerciais o escolhido era exibido.

Muita gente dizia que era marmotagem, que só havia um final, etc, etc. Não importa, o que vale é o conceito, que não mudou NADA nos últimos 20 anos e… não funciona.

Claro, para a Globo funcionava, mas o ato de votar é solitário. Na Internet, como acompanhamos em época de BBB, ele só gera milhões de spams, com fã-clubes histéricos aporrinhando atrás de cliques, follows e votos.

Assusta ver, em 2013, tanta falta de visão. Pior: Obviamente no final das contas, emulando o Falabella, não vai dar certo e a culpa vai ser do público.

relacionados


Comentários