Meio Bit » Baú » Fotografia » Fuji X100S e X20 - preparem os bolsos

Fuji X100S e X20 - preparem os bolsos

Fujifilm lança 2 novas câmeras nada baratas do tipo rangefinder (linha Finepix X): a X100S e a X20.

08/01/2013 às 18:28

Há dois anos a FujiFilm simplesmente descobriu uma mina de ouro ao fazer uma coisa que todo mundo poderia achar uma loucura. Eles começaram a fabricar câmeras compactas com grande rendimento e qualidade de imagem por um preço que fica um pouco acima do que os mortais poderiam pagar. E deu certo, pois as câmeras venderam como sorvete no deserto e fizeram a alegria da galera com um poder aquisitivo mais elevado e matou de desejo o resto da humanidade. Tudo bem que não são câmeras tão caras quanto uma Leica, mas o valor se mostra bem salgadinho quando comparado com câmeras da mesma categoria de outros fabricantes, ainda mais se falarmos do preço cobrado no Brasil pela Fuji.

Agora chegou a hora de renovar aquela linha de câmeras e trazer ao consumidor os novos brinquedos da empresa. A primeira coisa, e extremamente positiva segundo meu ponto de vista, é continuar investindo no visual retro das câmeras rangefinders. Diria que isso da um toque de classe para os equipamentos. As duas novas representantes da linha Finepix X são a X100S e a X20.

A X20 é uma câmera compacta equipada com o novo sensor X-Trans de 12 megapixels e com 2/3 polegadas de tamanho. Segundo o press release oficial da empresa a promessa é que esse novo sensor vai oferecer 20% a menos de ruído com 20% a mais de resolução. Parte desta façanha se deve ao novo processador EXR II que mostra um rendimento absolutamente magnífico em sua versão anterior e agora se apresenta com mais potência. A câmera possui um visor ótico com cobertura de 85% e que agora também mostra as principais regulagens da câmera, o que não acontecia na versão anterior. A câmera pode fazer vídeos em Full HD com 60 fotogramas por segundo a uma taxa de 36MB/s. A lente continua sendo uma Fujinon com 4x de zoom ótico e generosa abertura de diafragma em f/2-2,8. Ainda falando da lente, a mesma é construída com 11 elementos distribuídos em 9 grupos sendo que 3 lentes asféricas. O sistema de estabilização de imagem, segundo a Fuji, garante até 4 pontos de luz de ganho. Vendo para crer.

A nova Finepix X20 deve chegar ao mercado em fevereiro custando US$ 600,00.

Outra novidade, essa sim um peso pesado, é a nova Finepix S100S, uma câmera voltada para quem quer qualidade acima de tudo e mesmo assim levar consigo um equipamento pequeno e estiloso. A câmera chega ao mercado com um sensor APS-C X-Trans CMOS II de 16 megapixels de resolução máxima e com o processador EXR-II que, segundo a Fuji, vai render 30% menos de ruído sem sacrificar a resolução. Outra melhoria destacada no press release da empresa é a velocidade do equipamento que está pronto para fotografar em apenas 0,5 segundos, tem velocidade de Autofocus em 0,06 segundos e o retardo para captura é praticamente inexistente. A câmera está equipada com a mesma objetiva Fujinon de 23mm f/2 que estava na antecessora. Fora isso temos um visor ótico híbrido (OVF / EVF) com alta resolução e a capacidade de gravar filmes em Full HD com 30 ou 60 fotogramas por segundo. Deve chegar ao mercado na segunda quinzena de fevereiro ao preço médio de US$ 1.300,00.

O que podemos apontar de muito bacana nas duas câmeras é o Digital Split Image, que vai ser uma mão na roda para o foco manual e que literalmente foi ressuscitado e adaptado de câmeras mecânicas da década de 50 e 60, e também o Focus Peaking que mostra a zona de foco ao longo da imagem. Muito bacana. É a Fuji mostrando novamente seu lado criativo.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários