Meio Bit » Baú » Internet » Site Canalha 0 x 1 Google (e nós)

Site Canalha 0 x 1 Google (e nós)

25/06/2007 às 21:59

Eu sou plenamente favorável a técnicas de monetização de sites, mesmo as pouco ortodoxas. Blogueiras que tiram a roupa, pagar chopp para quem faz mais links, concursos envolvendo favoritos no BlogBlogs, tudo. Só não sou favorável a gente que tenta macetear o sistema.

Um truque muito baixo e canalha usado por sites e fóruns é usar regras de acesso para identificar o Robô do Google e dar acesso completo ao conteúdo, sendo que o usuário, quando clica no mesmo link indexado pelo Google cai em uma página pedindo dados de acesso, cartão de crédito, conta bancária, etc.

Dessa forma nós procuramos no Google por algo; achamos um link EXATAMENTE com a solução, mas o acesso? Só pagando.

Os sites com conteúdo gratuito, que COMPARTILHAM a informação ficam lá pra baixo, pois esses sites canalhas também são experts em SEO - Search Engine Optimization. O usuário, frustrado por só achar material pago, acaba cedendo, ou pior, desistindo. Ocorre a mesma coisa com resenhas. Tente achar uma resenha DECENTE de um produto no Google; 90% dos sites nas primeiras páginas são lojas de categoria duvidosa prometendo resenhas e listando nada mais que o produto e seu preço.

Felizmente o Google acaba sendo mais esperto. Vejam por exemplo Experts-Exchange, um desses sites canalhas. Se você procurar por quase qualquer tipo de how-to envolvendo informática, vai achar um link pra eles, no alto da página. Clique na resposta e descobrirá que exigem registro. Pior: $12,95 / mês para se registrar. Só que eles não contavam com a astúcia do robô do Google. Não só a página é indexada, como os picaretas donos do site desejam, como a página vai para o cache do Google, fato altamente indesejado, pois expõe a resposta que tentaram ocultar.

Vejam por exemplo: Nesta pergunta sobre como apagar arquivos com mais de 7 dias de idade no Linux, a resposta está oculta. Na versão cacheada pelo Google, a resposta está disponível, assim com os comentários dos usuários. Tudo graças à ganância do site, em querer que tudo fosse indexado mas o acesso público negado.

Se um site não der acesso a algo, embora você tenha visto a página em uma busca no Google, tente o link "cache", no link do Google. Muito provavelmente vai funcionar.

A regra é clara. Se o Google tem acesso, o visitante tem que ter acesso também, do contrário é má-fé. Só que desta vez o site canalha, bem... "manteve relações carnais consigo mesmo", se entendem o que quero dizer.

Achado no Shoe Money

relacionados


Comentários