Meio Bit » Baú » Games » BioShock Infinite, ou “não julgue um game pela capa”

BioShock Infinite, ou “não julgue um game pela capa”

13/12/2012 às 14:30

dori_bios_10.12.12 Semana passada a Irrational Games divulgou a arte da capa do BioShock Infinite e logo surgiu uma onda de reclamações pela internet, com várias pessoas criticando a ilustração, que segundo elas é extremamente genérica. Grande parte daqueles que se juntaram ao movimento seriam fãs da franquia e ao ser questionado sobre a recepção, Ken Levine argumentou que o intuito da capa não é chamar a atenção de quem jogou os capítulos anteriores, mas sim daqueles que não estão familiarizados com a série.

O game designer explicou que o estúdio visitou algumas repúblicas para saber o que os estudantes achavam do BioShock e surpreendentemente nenhum deles tinham ouvido falar do game. Segundo ele, não há como negar o sucesso da franquia, o problema é que isso só acontece no mundo dos videogames, ou seja, só entre aqueles que acompanham sites de notícias ou estão por dentro do que acontece na indústria.

Levine comparou o problema com todos aqueles produtos que adquirimos mas que nunca pensamos muito sobre eles e citou ainda a arte do primeiro BioShock. De acordo com o criador da franquia, se ele “fosse um sujeito que não presta muita atenção nos games e olhasse aquela ilustração, o que pensaria sobre ele? Será que acharia que se trata de um jogo sobre um robô e uma garotinha?

Portanto, a intenção da capa do BioShock Infinite é conquistar novos jogadores, uma decisão puramente comercial e um preço que os fãs terão que pagar para que o estúdio continue criando seus jogos. Ele ainda declarou que há a possibilidade de novas capas serem lançadas posteriormente para que possamos fazer o download e as utilizarmos em nossos games, fazendo com que todos fiquem felizes.

Olhando pelo lado financeiro é difícil não darmos razão a Levine, mas não deixa de ser engraçado ver uma declaração dessas vindo justamente de alguém conhecido por dar uma abordagem mais artística aos seus jogos e considerando que o Infinite terá um estilo parecido com o do excelente BioShock, acho que muitas pessoas serão surpreendidas ao constatarem que ele tem muito mais a oferecer do que apenas uma galeria de tiro no estilo Call of Duty.

[via Game|Life]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários