Meio Bit » Baú » Games » Para Blizzard, TV poderá ajudar na popularização dos eSports

Para Blizzard, TV poderá ajudar na popularização dos eSports

19/11/2012 às 14:15

dori_sc2_19.11.12

Acompanhar uma partida multiplayer pode ser uma experiência bastante emocionante. Assim como acontece em qualquer esporte, temos torcidas, jogadas decisivas e participantes que se dedicam arduamente para alcançar níveis que um mero mortal nunca chegará. Mesmo assim, o que falta para que os esportes eletrônicos consigam conquistar a atenção de mais pessoas, já que mesmo a grande parte dos gamers costuma ignorar esses campeonatos.

Pois de acordo com Chris Sigaty, produtor do StarCraft II, a televisão poderá ter um papel fundamental nesse processo.

O maior desafio é convencer as pessoas de que o eSport é real e de que o nível de habilidade dos jogadores é real… O que precisamos agora é fazer com que os eSports alcancem um nível onde obtenha a atenção que merece. O League of Legends conseguiu ser bem sucedido no que faz e nos sentimos bem em relação ao que estamos fazendo nesse sentido.

Vimos a audiência do StarCraft II crescer massivamente. Hoje temos um público maior na América do Norte e na Europa do que na Coréia, que é a terra natal de todo o fenômeno dos eSports. Supondo que tenhamos os eSports alcançando outras mídias, especificamente a TV, e aumentando assim sua relevância, posso vê-los crescendo exponencialmente. Eu consigo imaginar programas sendo feitos sobre os eSports, assim como existem aqueles sobre o UFC.

Para Sigaty, algo que precisa acabar é a sensação de elitismo presente hoje nos eSports, já que algumas pessoas parecem se comportar como se a modalidade fosse propriedade delas, da mesma maneira que acontece com novas bandas e segundo ele a televisão poderia ajudar muito a acabar com isso.

Isso dito, quem aí ficou empolgado com a possibilidade de um dia termos em nossa TV por assinatura um eSports Channel? Ou então com a possibilidade de vermos o Galvão Bueno narrando “ao vivo” a final mundial do StarCraft II? Pensando bem, é melhor deixar pra lá.

[via Forbes]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários