Meio Bit » Baú » Games » Epic diz que custo de produção na próxima geração aumentará muito

Epic diz que custo de produção na próxima geração aumentará muito

16/11/2012 às 8:26

dori_fort_14.11.12

A indústria de games vive uma época curiosa em que se por um lado temos incessantes pedidos pela chegada da próxima geração, o que permitiria criações tecnicamente melhores, por outro temos o aumento do sucesso dos jogos independentes e um possível futuro onde as empresas evitariam investir em grandes produções.

Com um mercado tão esquizofrênico quanto este, seria muito bom se as desenvolvedoras pudessem continuar criando jogos para os novos consoles sem ver um aumento significativo no custo de produção, algo que a Take-Two imagina será o que irá acontecer, mas de acordo com Tim Sweeney, diretor de tecnologia da Epic games, o cenários será muito diferente disso.

Só para termos ideia do quão complicado poderá ser desenvolver um game para os próximos videogames, Sweeney deu como exemplo durante o Montreal International Game Summit a criação da demo técnica Samaritan, um vídeo com apenas três minutos de duração e que segundo ele, envolveu uma equipe composta por 30 pessoas e levou três meses para ser concluído

Se extrapolássemos isso para a criação de um jogo inteiro, estamos preocupados que o custo possa crescer para um fator de três, quatro ou até mesmo cinco vezes na próxima geração e é claro, sentimos que isso seja inaceitável.

Se o usuário puder escolher jogos de ponta gratuitos ao invés de um jogo de US$ 60 e que esteja disponível apenas fisicamente através de uma distribuidora, então os Free-to-Play sairão vencedores. Logo, precisamos estar cientes desta tendência e começar a criar games que sejam rentáveis e feitos para serem a prova de pirataria.

A Epic Games estaria então tentando aperfeiçoar suas engines para fazer com que o trabalho dos estúdios seja reduzido, fazendo assim com que o custo de produção para a próxima geração no máximo seja o dobro do atual, o que certamente ainda é algo bastante preocupante, não acha?

[via GamesIndustry]

relacionados


Comentários