Meio Bit » Baú » Hardware » Pega ladrão: Windows RT come metade da memória do Surface

Pega ladrão: Windows RT come metade da memória do Surface

Metade do armazenamento do Surface RT é gasto com o sistema operacional.

06/11/2012 às 12:39

Por muito tempo a informática foi baseada em matemática binária, daí 1 kb ser composto de 1024 bits. Um megabyte, por sua vez, é composto de 1.048.576 bytes. Só que nesses primórdios, isso custava dinheiro. Como comentei outro dia, cheguei a pagar US$ 60,00 por 1 MiB de RAM, mas não é nada. Em alguns mainframes pioneiros a cotação era US$ 1,00 por byte.

Fabricantes de discos, duros ou moles, queriam mostrar serviço sem gastar muito, então decidiram uma convenção: 1 MiB passou a ser 1 milhão de bytes. Um GB, 1 bilhão de bytes. parece uma diferença pequena, mas a cada GB os fabricantes economizam 73 MiB.

Outros fabricantes passaram a tratar com “memória não-formatada”, lembrando que as tabelas de alocação e outros recursos consomem parte do espaço em disco. É JUSTO, Um HD sempre vai ter parte de seu espaço separado para o sistema.

isso acontece até nos iPads. Um de 16 GB só tem 14 GiB disponíveis para o usuário.

No Surface imaginava-se o mesmo, mas a situação é BEM pior. Quem compra um Surface RT de 32GB só tem 16 GiB disponíveis.

Segundo o Engadget, o Surface RT de 32 GB tem seu armazenamento assim dividido:

  • Tamanho total do disco reportado pelo sistema: 29 GiB (3 GB, comidos internamente)
  • Reservado para ferramentas de recuperação: 5 GiB
  • HD reportado pelo File Explorer: 24GiB
  • Windows RT, Office e aplicações internas: 8 GiB
  • Espaço livre reportado pelo sistema: 16 GiB

isso mesmo. Seu Surface de 32 GB tirado da caixa, zerado, mais virgem que fiofó de Panicat só te libera metade da memória anunciada na caixa.

Isso pode ser algo aceitável para usuários de desktop ou de netbooks, mas em Tablets, onde cada esperma byte é sagrado, não rola. Aguardemos reclamações.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários