Meio Bit » Arquivos » Indústria » Presidente da Acer ameaça Microsoft por causa do Surface

Presidente da Acer ameaça Microsoft por causa do Surface

05/11/2012 às 11:54

De todas as atitudes da Microsoft ingressar no mercado de hardware para tablets foi a mais controversa E justificada. A experiência com smartphones e com o Windows Vista mostrou que não dá para confiar nos "parceiros". Eles vão lançar o que for mais barato, de qualquer jeito, e se não vender, a culpa é da Microsoft. A própria Google vive isso, ao ver o Android sistematicamente sabotado. É complicado comprar celulares topo de linha só para descobrir que já nasceram obsoletos e não serão atualizados.

Ao anunciar a linha Surface a Microsoft deixou bem claro: O padrão de qualidade é esse. Se fizer pior, azar o seu, não vai vender. Se fizer melhor, parabéns.

A decisão incomodou. Tanto que até Tim Cook apareceu para falar mal do Surface –sem nem ter usado-. Uma atitude pouco digna, diga-se de passagem.

A bola da vez é a Acer. No caso, Linxian Lang, Presidente para a Grande China (existe uma pequena?). Disse ele que se a Microsoft insistir em entrar no mercado de hardware, vai "comer arroz duro". A empresa inclusive adiou o lançamento de vários tablets com Windows RT. Dizem estar observando o mercado, mas cá pra nós, vender pouco ainda é melhor do que vender nada e deixar o equipamento obsoletando em um armazém. Não colou, Acer.

A ciumeira está maior entre os fabricantes de segunda linha, mas é provável que até a Nokia entre no bonde, quando e se a Microsoft lançar outro celular próprio. Há boatos de que já estão em testes na China, outros dizem que ela jamais faria algo assim.

Só pra lembrar, já fizeram, com o Microsoft Kin. E tradicionalmente a Microsoft acerta na segunda versão dos hardwares que lançam.

Fonte: EG

relacionados


Comentários