Meio Bit » Baú » Games » Nintendo e a sua ambiciosa previsão de vendas para o Wii U

Nintendo e a sua ambiciosa previsão de vendas para o Wii U

25/10/2012 às 10:10

dori_wiiu_25.10.12

Com a recente revelação de que as vendas do 3DS no ocidente estão muito abaixo do esperado pela Nintendo e a confirmação de que a empresa deverá ter este ano um lucro cerca de três vezes inferior ao projetado anteriormente, parece que a última esperança da fabricante é apostar todas as suas fichas num início excelente para o Wii U.

Segundo a BigN, quando o atual ano fiscal terminar, o que acontecerá no dia 31 de março, a expectativa é de que 5,5 milhões de unidades tenham sido enviadas para as lojas e a quantidade de jogos que eles esperam vender é igualmente impressionante, 24 milhões de cópias. Isso significa mais de quatro por console, mas imagina-se que as vendas por downloads e os títulos inclusos com os videogames estejam sendo considerados nesta conta.

Mesmo assim, para o analista de mercado Michael Pachter, atingir tal objetivo não será nada fácil dado o preço de um lançamento e a quantidade de grandes títulos prometidos para esse período que antecede o natal, o que fará com que o Wii U tenha um duro final de ano e isso sem falar na chegada de novos aparelhos ao mercado, como o iPad Mini e o Kindle Fire HD.

Outro detalhe interessante é que apesar dos rumores que apontavam o contrário, o presidente Satoru Iwata afirmou que a Nintendo perderá um pouco de dinheiro para cada console vendido, o que quer dizer que o custo de produção será superior ao cobrado do consumidor. Embora a tática seja bem antiga na indústria, não é comum vermos a BigN em tal situação, já que ela tradicionalmente consegue obter lucro com seus videogames mesmo no dia do lançamento, o que acaba tornando essencial que os jogos para Wii U tenham boas vendas.

Portanto, mesmo com o lançamento de um novo console prestes a acontecer, tudo indica que a empresa japonesa deverá passar por uma certa turbulência nos próximos meses e depois de ter conseguido ganhar tanto dinheiro com o Wii e ter vivido um longo período de calmaria, a Nintendo se vê obrigada a mudar sua postura para não ter um prejuízo ainda maior.

[via Siliconera, GamesIndustry e Eurogamer (1 e 2)]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários