Meio Bit » Baú » Games » Online ou offline? Eis a questão

Online ou offline? Eis a questão

11/05/2007 às 17:39

Vou direto ao assunto. Você gosta de MMORPGs? O que o faz gostar deste estilo de jogo? Faço essa pergunta pois devo ter algum problema psicológico. Eu devo ser a única pessoa do mundo apaixonada por games e que não consegue se acostumar com o gênero.

Já pensei muito sobre assunto, mas sempre que testo um novo jogo, acho muito legal no começo mas depois perco a vontade de jogar novamente. Já testei vários, de Dofus a Lineage II, passando por Last War e Silkroad, sendo o último o que mais me chamou a atenção, mas acabei desistindo devido a missão quase impossível de se achar uma vaga em um servidor para jogar. Ok, você pode dizer que isso não é motivo para larguar um bom jogo, mas sincramente? Quero ligar o pc e jogar na hora em que sentir vontade.

Outro fator que me incomoda em jogos assim é o fato de ter que passar horas e horas jogando para poder continuar acompanhando seus amigos, já que eles não têm nada para fazer e ficam 5 ou 6 horas por dia matando monstros e adquirindo pontos de experiência. O que quero dizer é que tenho a impressão que a maioria dos MMORPGs exigem uma capacidade sobre humana daqueles que procuram ter uma vida social saudável, incluindo jogar outros games.

Sem contar aquelas quests as quais você nunca conseguirá concluir sozinho e para isso precisa da ajuda de outros gamers, e que muitas vezes não vão com a sua cara, simplesmente porque você não é do país deles. Sei lá, talvez eu seja anti-social demais, mas não gosto da idéia de que dependo de outros jogadores para concluir uma tarefa em um jogo. É irônico pois já fui um jogador dedicado de Day of Defeat, apesar de que em um FPS a interação entre os jogadores nunca será a mesma de um RPG.

É claro que várias características me chamam a atenção em um MMORPG e a principal delas é o vasto e dinâmico mundo apresentado na maioria dos games. Sempre fui fascinado por jogos com grandes ambientações e os MMORPGs talvez possuam os mundos mais detalhados e variados já produzidos. Desertos, cidades, florestas, montanhas, cavernas e até outros mundos. Mas com o poder de processamento das máquinas de hoje, mesmos os RPGs offline conseguem reproduzir esta característica. Vejam Oblivion, por exemplo.

Portanto continuo tentando descobrir quando conseguirei me render a este que é um dos mais fascinantes gêneros já criados. Já me disseram que o dia em que eu jogar World of Warcraft eu mudarei de opnião, mas fico pensando se vale a pena comprar o jogo, até porque o mesmo requer o pagamento de mensalidade.

relacionados


Comentários