Meio Bit » Baú » Games » Como você encara as decisões morais nos games?

Como você encara as decisões morais nos games?

12/10/2012 às 15:26

dori_fall_08.10.12

Quando um jogo lhe obriga a tomar alguma decisão moral, qual caminho você costuma seguir? Você é daqueles que não se incomodam em fazer algo que seria considerado moralmente errado, ou reproduz no jogo o mesmo comportamento que teria no mundo real?

Pois um estudo realizado por Nicky Lewis e Andrew Weaver na Universidade de Indiana tentou descobrir se essas escolhas podem tornar o jogo mais divertido e principalmente, quais efeitos emocionais elas teriam nos jogadores e o resultado foi bastante impactante.

Após submeterem 75 estudantes com idade entre 18 e 24 anos a um questionário e a um trecho do Fallout 3, os pesquisadores descobriram que mais da metade dos jogadores não tomaram nenhuma decisão considerada antissocial e quando provocados no jogo, eles não partiram para a violência. Outro dado interessante é que 51 dos participantes afirmaram ter tomado no jogo a mesma postura que teriam na vida real e aqueles que escolheram algo questionável admitiram ter sentido culpa depois, embora isso não tenha afetado a diversão.

Sendo assim, seria errado dizermos que a maior parte das pessoas encaram os jogos e personagens presentes neles de maneira mais real do que muitos podem imaginar? Eu sinceramente não saberia a resposta, mas o fato é que sempre que estou jogando procuro me sentir o mais imerso possível e isso faz com que eu na maioria das vezes atue como o que costumamos chamar de mocinho, logo, também me sinto mal ao tomar alguma atitude que não faria na vida real.

Seja como for, acho fantástico quando jogos como Mass Effect, Spec Ops: The Line ou o próprio Fallout 3 nos colocam em situações em que temos que tomar decisões que permanecem em nossas mentes por dias e o quão difícil pode ser ter adotar como última medida de sobrevivência beber água da privada ou até comer pedaços de outro ser humano, mesmo em se tratando de um ambiente caótico devastado por uma guerra nuclear.

[via PsychCentral]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários