Meio Bit » Arquivos » Demais assuntos » Um ano sem Steve Jobs: o que mudou?

Um ano sem Steve Jobs: o que mudou?

05/10/2012 às 13:48

Hoje faz exatamente um ano que um dos mais geniais e controversos ícones da Tecnologia nos deixou. Steve Jobs, o mago da Apple. Alguns disseram que ele é insubstituível. Outros acreditam que ninguém de fato é insubstituível. Eu fico mais com a segunda afirmação, principalmente porque as pessoas são essencialmente diferentes. Não há como substituir à altura uma pessoa. O que pode ser feito é colocar alguém no lugar, que fará o mesmo papel mas de um jeito próprio.

Lembro como se fosse hoje, pois estava nos EUA nessa época. Enfrentei a fila para a compra do iPhone 4S. Toda a região de San Francisco parecia um cemitério gigante, com imagens e outdoors gigantescos com o rosto de Jobs espalhados por todo canto. Diversas previsões foram feitas na época do anúncio. Entre essas previsões, as mais interessantes foram de que a Apple em pouco tempo iria deixar de existir, pois ninguém seria capaz de tocar a empresa com a mesma capacidade de Jobs. Também foi dito que a empresa iria parar de inovar e que o seu valor de mercado cairia absurdamente. Vamos aos fatos.

O iPhone 4S, em que pese a decepção causada na época por não ser de fato um aparelho novo (mesmo design, tamanho e apenas modificações de hardware), foi um sucesso de vendas. Como sempre filas foram formadas na porta das Apple Stores para comprar o modelo novo. 1,7 milhão de 4S foram vendidos nos 3 primeiros dias após o início das vendas. Tudo isso apenas 9 dias depois do anúncio da morte do guru da Apple. No dia 5 de Outubro de 2011, as ações da Apple valiam US$378,25. Bateram no fundo em US$369,80 no dia 7 e daí foi morro acima, chegando a US$422,24 no dia 18 de Outubro. Mais de 40 dólares (quase 12%) de valorização em menos de duas semanas.

Posteriormente, o Novo iPad, ou iPad 3 foi lançado e mais um sucesso de vendas foi para os cofres da empresa. Em 21 de Setembro chegou o de fato novo iPhone 5. Para quem acha que a Apple é puro hype, deve ter sido decepcionante perceber que todos os recordes de vendas foram batidos nos primeiros dias, com o aparelho esgotado no mundo inteiro e semanas de espera para adquirir um. Em 18 de Setembro desse ano, faltando poucos dias para o Keynote de lançamento do iPhone 5 e iOS6 a $AAPL bateu recorde histórico de US$701,91. É por isso que a empresa de Cupertino vale mais que Google e Microsoft juntas.

Um ano é pouco tempo para percebermos se a perda de Jobs realmente prejudicará o futuro da Apple. Mas as previsões catastróficas de um ano atrás foram todas por água abaixo. Numa empresa desse porte, novos produtos e conceitos já vinham sendo desenvolvidos sob a tutela de Jobs há anos, então é fácil supor que há inovações garantidas para a empresa por pelo menos uma década. Por enquanto nenhuma concorrente parece ameaçar esse reinado, mesmo que o Rei absoluto não esteja mais presente.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários