Meio Bit » Baú » Games » Rob Pardo acredita que o single-player está morrendo

Rob Pardo acredita que o single-player está morrendo

05/10/2012 às 10:10

dori_rob_04.10.12

Sempre que uma nova tendência aparece no mercado é natural vermos o surgimento de discussões sobre elas poderem acabar com aquilo que estávamos acostumados. Quando os smartphones e tablets se mostraram uma ótima opção para games, muitas pessoas defenderam a ideia de que os videogames portáteis não sobreviveriam e agora, com os jogos gratuitos conquistando tanta gente e se aproveitando da popularidade das partidas multiplayer, há um certo temor de que as campanhas para um jogador percam relevância na indústria.

Com a ideia de obtermos jogos gratuitamente parecendo tão tentadora, será que ainda haveria espaço para produções de grande porte voltadas para uma experiência solitária? Pois ao ser questionado sobre assunto, Rob Pardo, designer chefe do World of Warcraft, fez uma previsão um tanto preocupante.

Eu não vejo a existência de um grande modelo de negócios para jogos assim hoje em dia. Isso é realmente triste, há muitos elementos por aí que conspiram para tornar difícil a criação desses jogos atualmente. Entre a pirataria ou a habilidade das pessoas alugarem um jogo, é difícil para as editoras derramarem milhões e milhões de dólares em um game e não necessariamente ver o retorno que precisam para fazer desses orçamentos algo realista.

Atuando na indústria desde 1994, Pardo trabalhou na Interplay e em seu currículo consta ainda títulos como o Warcraft III, Starcraft: Brood War, Diablo II e Diablo III, carreira que no mínimo me faz respeitar sua opinião, mas será que ele não estaria sendo pessimista demais?

Bom, eu não acredito que os jogos single-player deixarão de existir, no entanto não seria capaz de duvidar que eles se tornem cada vez mais raros e com empresas como a EA a Ubisoft apostando alto no Free-to-Play, caso elas obtenham sucesso com o modelo me parece bastante natural que equipes que antes produziam campanha para um jogador passem a se dedicar à títulos gratuitos e infelizmente não gostaria de ver isso acontecer.

[via GamesIndustry]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários