Meio Bit » Baú » Miscelâneas » Se fosse ficção seria ótima piada, mas foi real, uma tragédia e os CSIs do Bem conseguiram um final feliz

Se fosse ficção seria ótima piada, mas foi real, uma tragédia e os CSIs do Bem conseguiram um final feliz

25/09/2012 às 12:19

trish

A cena por si só é hilária: O cego com uma caneta sem tinta, escrevendo na maior, sem perceber que o papel está em branco. É algo digno de Family Guy. Só que foi real, e aí não teve graça.

Ao menos Trish Vickers, de 59 anos, não riu. Cega por conta de diabetes alguns anos atrás, ela resolveu passar o tempo escrevendo um livro. Arrumou um esquema usando elásticos para marcar as linhas, e meteu a caneta no papel.

Quando seu filho chegou para uma visita, ela mostrou orgulhosa 26 páginas prontas, só para ouvir o coitado contar que estavam… em branco. Isso é uma tragédia para qualquer um que escreve, e para ela deve ter sido pior ainda.

Felizmente foram salvos pela tecnologia. Pediram auxílio ao CSI da Polícia de Dorset, Inglaterra, onde Trish mora. Claro, polícia não serve pra isso, seria desvio de recursos, mas os técnicos se comoveram com a história e decidiram ajudar, nas horas vagas.

Usando técnicas de luz polarizada, manipulação digital e provavelmente alguém comandando ENHANCE!, após vários meses recuperaram todas as páginas. Trish agora está dando prosseguimento ao trabalho, imagino que escrevendo com tinta com sabor, para saber se a caneta está funcionando. Ou então, uma alternativa tecnológica mais eficiente ainda: um lápis.

Fonte: Telegraph

relacionados


Comentários