Meio Bit » Arquivos » Games » O risco que transformou o GoldenEye 007 num clássico

O risco que transformou o GoldenEye 007 num clássico

GDC Europa — Martin Hollis, diretor do clássico GoldenEye 007, conta como o multiplayer do jogo fôra incluso: de última hora.

17/08/2012 às 7:27

dori_007_15.08.12

Embora estejam presente nos consoles desde os 16 bits, os jogos de tiro em primeira pessoa nem sempre foram populares fora dos computadores e muitas pessoas gostam de atribuir essa massificação à série Halo, o que não deixa de ter um fundo de verdade. Mesmo assim, se tem um título que na minha opinião deveria ser conhecido por ter provado que era possível nos divertir em um FPS sem a utilização de um teclado e um mouse, este é o GoldenEye 007.

Mesmo não tendo sido lançado para uma plataforma tão popular como o PlayStation, encontrar o cartucho disponível numa locadora era uma tarefa árdua e naqueles estabelecimentos em que pagávamos para jogar por hora os Nintendo 64 sempre estavam ocupados, muitas vezes com quatro pessoas jogando o multiplayer em uma tela dividida.

Talvez você já saiba que originalmente a criação da Rare não deveria ter o mata-mata, mas durante uma apresentação durante a GDC Europa, o diretor Martin Hollis revelou um segredo que poucos conheciam. A história envolve Steve Ellis, que ficou responsável pela programação do multiplayer, algo que realizou em um mês e diz o seguinte:

Até algo em torno de março ou abril de 1997, não havia um modo multiplayer. Seu desenvolvimento nem mesmo havia sido iniciado, o que realmente só aconteceu no último minuto – algo que você nem mesmo sonharia em fazer hoje em dia — e foi feito sem o conhecimento ou permissão da gerencia da Rare ou da Nintendo. A primeira vez que souberam disso foi quando os mostramos já funcionando. Contudo — como o jogo já estava atrasado naquela época, se não fizéssemos daquela maneira, isso provavelmente nunca teria acontecido.

Os seja, os caras resolveram correr um risco absurdo, mas no fim das contas tiveram sucesso e por mais que a campanha principal do jogo seja fantástica, não tenho a menor dúvida de que ele nunca teria feito o mesmo sucesso se o multiplayer não existisse.

Fonte: Joystiq.

Leia mais sobre: , , , , , , .

relacionados


Comentários