Meio Bit » Baú » Games » Spector: Esqueçam os gráficos e foquem na IA

Spector: Esqueçam os gráficos e foquem na IA

16/08/2012 às 10:03

dori_ai_15.08.12

Cá entre nós, Warren Spector é um gênio. Se a sua carreira não for o suficiente para cassificá-lo desta maneira, então que prestemos uma homenagem ao game designer responsável por clássicos como System Shock, Thief e Deus Ex pela crítica feita em relação a como a indústria tem ignorado a inteligência artificial nos games e como algumas pessoas estão mais preocupadas em alcançar gráficos fotorealistas e não em recriar o comportamentos dos seres humanos.

Eu tenho ativamente tentado envergonhar alguns dos meus colegas desenvolvedores, especialmente John Carmack e Tim Sweeney. Você pode imaginar como os jogos poderiam parecer se esses dois caras passassem o mesmo tempo trabalhando em inteligência artificial não focada no combate que passam na renderização? Você pode imaginar os jogos que teríamos se John Carmack decidisse criar um personagem crível ao invés de uma arma realista?

Spector disse ainda que gostaria de saber a solução para esse problema, mas que não se considera no mesmo nível intelectual de Carmack ou Sweeney e se questionou onde está em relação a sua vida e carreira, para depois queixar-se de que a indústria foca demais na violência, já que é algo fácil de se fazer e que as pessoas gostam, mas que isso não é tudo o que podem, nem o que devem fazer.

Parabéns Mr. Spector, acabo de me tornar um pouco mais fã de você, não por ter jogado a responsabilidade sobre os ombros de outras pessoas, mas por pelo menos ter levantado a questão e por ter defendido algo que há muito venho falando: Chega de gráficos bonitinhos, nós precisamos é de personagens com comportamentos mais variados e que não se pareçam simples fantoches.

Já estava na hora de alguma grande personalidade mostrar-se incomodada com isso e com um pouco de sorte outras seguirão o exemplo e também criarão coragem para iniciar uma corrida por uma inteligência artificial mais apurada e não para ver quantos poros há no rosto daquele personagem ou quantas folhas podemos ter numa árvore virtual.

[via Eurogamer]

relacionados


Comentários