Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Será que agora vai?

Será que agora vai?

09/03/2007 às 4:15

Desde a época que o gerenciador de janelas mais avançado era um papel de parede (uma cor só) com um terminal aberto, que eu digo que o Linux só deslancha depois que um grande fabricante de hardware disponibilizá-lo OEM.

Depois que a Dell resolveu falar que está pensando seriamente em oferecer PCs com Linux, chegou a vez da HP se pronunciar.

Convenhamos, o usuário normal não quer instalar o sistema operacional (seja Linux, Windows, FreeBSD etc...), ele quer comprar o computador nas Casas Bahias em 24 vezes, chegar em casa conectar na internet para visitar sites educativos, usar o MSN e fazer parte da aldeia brasileira.

Se o computador vier bem configurado, não fará diferença para o usuário qual sistema operacional está instalado.

Como nem a Dell, nem a HP vão querer perder esse peixe, acredito que a solução por qual distro usar venha logo.

E, independente das guerrinhas entre distros rivais, o mercado vai decidir a melhor distribuição a ser utilizada.

Particularmente sou favor do computador sem sistema operacional, mas nenhum dos dois deve seguir este tipo de oferta por muito tempo.

Imagine o cara chegando em casa e ligando para Dell:

Moço, o computador com defeito, só aparecem umas letras estranhas, queria usar o MSN.

Os usuários que sabem da existência de distribuições diferentes, são os mesmo que, normalmente, gostam de montar seus computadores, não são o público, nem da Dell, nem da HP, nem de qualquer outro grande fabricante de hardware.

São barulhentos, sim, vão causar tumulto no início, mas depois que um desses players colocar o Linux OEM no mercado e ver que não faz diferença em termos de venda, todo esse receio acabará.

relacionados


Comentários