Meio Bit » Baú » Games » World of Warcraft: Auctioneer 4.0 lançado - Jogos imitam a vida.

World of Warcraft: Auctioneer 4.0 lançado - Jogos imitam a vida.

04/03/2007 às 17:54

Uma nota rápida para informar quem joga World of Warcraft que a versão mais recente do addon para compra e venda de itens dentro do jogo já está disponível. Download do Auctioneer.

Para quem não conhece o World of Warcraft, a Blizzard desenvolveu um intricado sistema econômico para o jogo e um sistema de vendas interno. Ao contrário do Second Life, é apenas virtual e não há taxas de conversão para dinheiro de verdade e a prática é inclusive punida com banimento.

Leilões no estilo eBay/Mercado Livre

O sistema é tão bom e simples de aprender que faz o jogo ser bem mais divertido, nesse aspecto, que o Guild Wars.
Quem joga RPGs sabe como a coisa funciona: equipamentos bons, mas que você não precisa, são vendidos, de preferência para outros jogadores.

No Guild Wars, é preciso anunciar a venda e ficar vários minutos, até horas, tentando vender tudo no "grito". Os canais de chat dentro do jogo ficam poluídos com spam e anúncios. No World of Warcraft, a solução foi: leilões/vendas no estilo eBay e Mercado Livre.

Você coloca um item para venda por um preço fixo, leilão ou os dois. É cobrada uma taxa baseada no preço do produto para anunciar. Se a venda for efetuada, é cobrada uma pequena comissão para o "leiloeiro".

E o que o Auctioneer faz?

Ele faz uma análise de preços e seu histórico, além de informar ao usuário o preço de um item sem a necessidade de consultar um vendedor. E isso é importante para que um jogador novo não venda algo caro demais ou leve prejuízo vendendo por um preço muito baixo.

E o mais interessante é que o jogo usa LUA, a linguagem brasileira que ganhou o mundo depois de um artigo do respeitadíssimo Dr. Dobbs Journal. Orientada a Objetos e desenvolvida por professores e alunos da PUC-RJ, ela está se tornando a queridinha da indústria de jogos: scripts de comportamento, animação e programação de inteligência artificial. Mas isso é assunto para outro artigo.

Eu diria que os jogos passaram por uma evolução tão radical nos últimos 4-5 anos, que estamos vendo nascer uma nova geração de entretenimento, com elementos da vida real sendo introduzidos nos mundos virtuais.

relacionados


Comentários