Meio Bit » Baú » Indústria » E o Brasil perde para a Argentina...

E o Brasil perde para a Argentina...

27/02/2007 às 20:54

Calma, pessoal, a culpa não é do Dunga. Saiu o relatório "Special 301" da International Intellectual Property Alliance (IIPA), mostrando um panorama da pirataria de produtos estadunidenses pelo mundo afora.

Qual não foi minha surpresa ao constatar que a Argentina está no rol dos países que mais... digamos... consomem produtos alternativos. A lista começa com o Canadá ( ! ) e passa por Rússia, Israel, México, Argentina e por aí vai. A China aparece no décimo quarto lugar. Notou algo estranho? Eu também. Como é possível que o supermercado-pirata-oriental apareça depois da Argentina?

A resposta está na metodologia: a IIPA calculou a perda, devido à pirataria, por habitante. Como a China tem, literalmente, bilhões de pessoas, apareceu depois do Canadá.

O curioso é ver que o Brasil está bem atrás... enquanto esses países estão classificados na "Priority Watch List", o Brasil vem na "Watch List". O relatório destaca ainda os pontos favoráveis na luta verde-amarela contra a falsificação e aponta o que deve ser melhorado.

Outras duas coisas chamaram a atenção: a "indústria do copyright" já exporta mais que a de veículos. Não é de se estranhar a enorme preocupação da administração Bush. E o relatório não fala nada sobre as falsificações no território estadunidense. Será que todo mundo lá paga os US$ 25,00 por DVD? Ninguém usa BitTorrent? Que a pirataria é um flagelo, todo mundo concorda. Mas usar esses dados como arma em rodadas de negociação, esquecendo o problema dentro de casa, aí, como dizia meu avô, "... na minha terra, isso tem outro nome...".

[via Dailytech]

relacionados


Comentários