Meio Bit » Baú » Indústria » O Outro Lado: No Senado VP da TIM nega veementemente derrubada de linhas Infinity

O Outro Lado: No Senado VP da TIM nega veementemente derrubada de linhas Infinity

09/08/2012 às 5:08

Agora a coisa ficou séria mesmo. Na reunião de ontem no Senado, onde foi discutida a qualidade do serviço das operadoras de telefonia móvel E a acusação da ANATEL de que a TIM estaria derrubando propositalmente ligações do Plano Infinity, o Vice-Presidente da Empresa, Mario Girasole, caiu matando:

“Temos que fazer uma distinção extremamente clara. Não estamos falando de qualidade do negócio, mas de ética do negócio, onde qualquer suspeita decorrendo da análise superficial e conclusões infundadas, é simplesmente inadmissível. Foi o nome da nossa empresa que foi questionado

E ele disse mais:

“a denúncia não é uma posição oficial da Anatel, mas sim de um escritório regional”

Em defesa da empresa, Girasoli ainda afirmou que o relatório contém erros básicos porque, entre outras variáveis, não considera quedas de outras operadoras, ou provocadas pelo fim da bateria do celular, ou mesmo fim do crédito do cliente.

E completou:

O que não pode acontecer é que a reputação de 11 mil funcionários seja afetada. Para recuperar essa queda de imagem levaremos muito tempo

OK, vamos lá. Não convenceu.

Primeiro, sim, é qualidade de serviço. O relatório da ANATEL detectou 4 vezes mais quedas em ligações Infinity do que em ligações pós-pagas. O relatório é técnico, não especula sobre a motivação de quem puxa a tomada.

Falhas de metodologia? Pode ser, mas a TIM poderia explicar que diferença faz o número de falhas de outras operadoras, se a comparação é entre TIM e TIM? E.. fim de bateria? Bateria do pré-pago dura menos que a do pós? Também não entendi. Como exatamente o crédito acaba no meio de uma ligação Infinity Pré?

A reputação dos 11 mil funcionários da TIM não está em jogo. Não acredito que alguém em sã consciência culpe um funcionário abaixo de nível de diretoria. Em termos de mão de obra a empresa é excelente, falta de profissionais de qualidade nunca foi problema da TIM, e em momento algum a idoneidade dessa gente que rala foi colocada em questão.

O VP da TIM ainda ressalta que depois da punição proibindo venda de novas linhas, a TIM foi a empresa que apresentou o maior pacote de investimentos. Legal, mas ela foi a empresa com maior número de queixas, ficando em primeiro entre as piores em 18 Estados. É esperado que invistam mais.

Os dados da empresa, apresentados ao Senado indicam uma queda, Infinity ou não-infinity na faixa de 2%,

Na melhor das hipóteses (para a TIM) fica o dito pelo não dito, mas a imagem da empresa está no esgoto. Ninguém, absolutamente ninguém demonstrou surpresa quando surgiu a acusação de derrubada de ligações. ISSO já diz muito sobre como o consumidor vê a empresa.

A única saída disso é mostrar serviço. Ao invés de gastar dinheiro com aqueles Smurfs super-crescidos, a TIM tem que dizer a que veio, melhorar e mostrar que melhorou. O investimento em malha de fibra foi real, foi enorme e tem um ano, mas de quê adianta, se para quem está do lado de cá do celular nada melhora?

Fontes sugerem que há grandes interesses políticos em jogo, que a TIM esteja sendo usada como boi de piranha, e que as outras não são maravilhosas mas ninguém fala delas.

Que há interesses políticos, com certeza, nada acontece no planeta sem interesses políticos, mas a grande verdade é que se a TIM oferecesse um serviço de qualidade e um atendimento de primeira, os consumidores iriam em peso protestar contra a tal injustiça.

relacionados


Comentários