Meio Bit » Baú » Games » THQ tenta se reerguer e desiste de jogo de Guillermo del Toro

THQ tenta se reerguer e desiste de jogo de Guillermo del Toro

07/08/2012 às 14:20

dori_del_07.08.12

Tentar colocar uma grande empresa em ordem não deve ser algo muito simples e talvez um dia a situação por qual vem passando a THQ acabe se tornando um estudo de caso. Embora o novo presidente Jason Rubin afirme que eles tenham iniciado o desenvolvimento de quatro novos jogos nos últimos dois meses, além dos já anunciados Darksiders 2, Homefront 2, Metro: Last Light e South Park: The Stick of Truth, não só boas notícias tem circulado pelos corredores da companhia.

Atualmente o foco tem sido obter o maior lucro possível com os títulos que estão para serem lançados, como é o caso do Darksiders 2, e assim se manterem vivos por mais algum tempo, algo que os levou à algumas reformulações, como a troca de executivos, fechamento de estúdios e até mesmo a venda de direitos de marcas como o UFC, mas não foi só.

Depois de ficarmos sabendo que o futuro da série Darksiders é incerto e que a THQ não tinha mais interesse em publicar o próximo jogo de Tomonobu Itagaki, Devil’s Third, chegou a hora de desistirem de outro projeto, o jogo de terror Insane, que estava sob a responsabilidade de Guillermo del Toro.

A empresa revelou ter entregado a propriedade intelectual para o cineasta, que já tinha os direitos sobre uma adaptação para o cinema e que agora poderá lançar o game por qualquer editora, se é que isso irá acontecer. Tendo sido anunciado em 2010, a ideia era de que a marca se tornasse uma trilogia e segundo a THQ, o desenvolvimento estava ainda em estágio bem inicial de produção, logo nenhuma equipe teria sido afetada pela decisão.

Talvez a situação na companhia nem seja tão preocupante quanto tem parecido, mas vamos esperar os próximos meses para ver se os lançamentos que estão por vir os ajudarão a se reerguer, porque pior do que ver uma desenvolvedora fechar as portas, é vê-la agonizando.

[via GamesIndustry]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários