Meio Bit » Baú » Internet » Nenhum roubo na Campus Party Recife (até agora)

Nenhum roubo na Campus Party Recife (até agora)

28/07/2012 às 21:20

Eu estava conversando com uma jornalista de uma revista de São Paulo (querem que eu fale o nome da revista? Não, prefiro não falar), a mesma disse que já estava em 300, o número de furtos em Recife. Achei o número exagerado, mas por segundos eu até acreditei. Mas resolvi me aprofundar no assunto.

Perdi o sábado todinho, por que fui acordado às 8h da manhã pelos trabalhadores de outro evento que está acontecendo aqui. É claro, essa é a primeira edição da Campus Party e é notável que tenha falhas, muitas falhas. É uma estrutura nova, é uma cidade nova. E como o mês escolhido foi o mês de férias, é mais notável ainda que o Centro de Convenções estivesse fechado, ou quase fechado, para eventos. Nos 45 minutos do segundo tempo, eles conseguiram fechar o Chevrolet Hall e colocar todas as palestras lá dentro e colocar o camping e a area Expo na parte superior do Centro de Convenções. Eu achei algumas falhas sim, como ter um show ao lado que vai foder a noite de muita gente que dorme cedo (não sou desses).

No entanto, sobre o ocorrido dos furtos: 0. Isso mesmo. Nenhum que tenha sido registrado na área de Incidentes. O que ocorreu? O número de incidências já ultrapassou 300, está muito acima disso. No entanto, essas incidências foram devido a problemas no credenciamento (eu não tive, mas colegas tiveram). Duas pessoas perderam um iPad e um iPhone, no entanto, o pessoal da própria organização encontrou e os aparelhos já foram devolvidos aos donos. Falei com o segurança e só houve um caso de furto, de uma bolsa de brinde da Vivo, mas esse não foi registrado no Incidências, ou seja, teoricamente não conta.

Diferentemente da Campus de São Paulo, parece que a distância do Camping para a Arena foi até melhor do que ficar tudo no mesmo local, evitando ações desastrosas, como daquelas de um banco que pediram para pegar "toalhas". Essa não teve nada do gênero e ocorreram várias ações bem legais de empresas pernambucanas. Inclusive das moedinhas e da foca (eu <3 a foca).

Ou seja, cara jornalista, provavelmente você publicará um zoom de informações informações teoricamente cool, mas que são mentirosas em sua matéria. Mas fomos o primeiro a documentar que tal fato é mentiroso. Por sinal, gostei da participação do Rafael do TecnoBlog aqui na Campus Party, o blog está quase virando um TechCrunch da vida.

Yeltsin, direto da barraca, via wi-fi do 3G roteado e cujo qual ele colocou um nome BEM estranho e que prefere não dizer em público, vem por si só.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários