Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Depois do Orkut, Second Life em celulares

Depois do Orkut, Second Life em celulares

13/02/2007 às 11:48

secondlife.jpg Na conferência 3GSM, semana passada, a Comverse Innovation Labs apresentou uma demonstração de um cliente para o jogo adventure mundo virtual grande perda de tempo Second Life. Rodando em Java, a aplicação logrou logar-se ao servidor, o avatar passeou por alguns minutos, depois a conexão caiu, reporta a Reuters.

A idéia é espremer os usuários de seus suados Euros, Dólares e Reaus, pois lembre-se, você estará pagando por tráfego de dados. Sua operadora agradece. Some isso à lentidão normal do Second Life, mais o agravante do programa rodar em Java, e fazer uso de gráficos 3D e seu pobre celular já parece inadequado.

São Paulo costumava dizer: "Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém". Ele estava certo. Convergência é legal, mas não quer dizer que tudo tenha que convergir. Programas de TV, seriados e desenhos animados? Funcionam muito bem em celular. Senhor dos Anéis? É um desrespeito ao próprio filme vê-lo em qualquer coisa abaixo de 42 polegadas widescreen.

Age of Empires? Maravilhoso. Em um celular, com telinha QVGA? Piada.

Second Life, em 1024x768 fica apertado. Com um Sempron baunilha e uma Geforce low-end que roda HALO perfeitamente, fica leeeeeento. Querer que isso funcione em um celular?

Chega de convergência. Criem produtos PRÓPRIOS para celulares, não tentem enfiar em meu telefone tudo que há nos PCs. Não funciona, desculpem. Esse tipo de aplicação rodando em celular é como ver a Luciana Vendramini trocando de roupa pelo buraco da fechadura. Do outro lado da rua. à noite.

relacionados


Comentários