Meio Bit » Baú » Fotografia » V Mostra CINESOUND de Áudio HI-END - Londrina 2012

V Mostra CINESOUND de Áudio HI-END - Londrina 2012

23/07/2012 às 12:06

Neste último fim de semana (21 e 22 de julho) aconteceu em Londrina-PR a V Mostra Cinesound de Áudio Hi-End juntamente com o IX Encontro HT Forum. Ano passado já tinha participado como mero expectador do evento e garanto que é o tipo do lugar que você, que gosta de música de qualidade, entra feliz e sai deprimido. Mas, é um deprimido positivo, pois o contato com tecnologias e marcas que levam a qualidade sonora a sério é muito bacana. Quando digo qualidade sonora, estou falando de extremos mesmo, onde você precisa gastar muita grana para atingir um patamar de qualidade aceitável.

Antes de falar do evento propriamente, deixem-me falar um pouco de minha pequena experiência nessa área. Não sou audiófilo como a maioria dos membros do HT Forum. Sou apenas um grande curioso e garanto que não entendo metade do que os engenheiros eletrônicos conversavam nas salas, mas mesmo assim gostaria de trazer para vocês a minha visão sobre esse mundo. O que aprendi nesse pouco tempo de estrada é que o áudio perfeito é a junção de vários fatores. Estou falando da formação de um conjunto composto por amplificador, pré-amplificador, caixas de som, reprodutor de CD e toca disco (vinil). São equipamentos de altíssima qualidade feitos com materiais nobres e que possuem o objetivo de produzir o mais puro som com um equilíbrio entre os graves, agudos e médios. E esse equilíbrio meus amigos, é a paradinha mais difícil de se conseguir.

Mas, não é só isso. Não adianta investir toda a grana da caderneta de poupança se você não comprar um CD que foi gravado levando em conta esses mesmos padrões de qualidade. Então, mesmo investindo uma grana lascada, aquele seu CD do Gustavo Lima não vai ficar uma maravilha. E por último, mas não menos importante, você tem que levar em conta a sala onde você vai ouvir a música. Ela não pode ser muito grande, nem muito pequena, nem muito alta, senão a acústica vai destruir a sua pretensão de perder algumas horas em um mundo de qualidade sonora. Depois que a parte pesada é comprada, resta os pequenos detalhes. Estou falando dos cabos conectores, cabos de energia, tomadas e filtros de energia. Eu só passei a acreditar quando vi uma demonstração prática, mas a qualidade do cabo de energia do aparelho influencia na qualidade da música. Por isso que os aparelhos de alta qualidade possuem cabos que podem ser removidos e você pode escolher a marca que melhor lhe agrada (geralmente feita de metais nobres). Outro fator surpreendente é constatar que a energia elétrica produzida no Brasil é muito "suja" e que aparelhos que fazem a filtragem da energia podem dar um ganho significativo na qualidade sonora.

Voltando ao evento, a V Mostra Cinesound de Áudio Hi-End foi realizado no Centro de Eventos do Blue Tree Premium Hotel. O local é bem interessante para esse tipo de atividade. O quinto andar do hotel é composto por várias salas onde foram alocados os expositores. E a coisa é bem simples. Cada um monta a sua aparelhagem no fundo da sala e várias cadeiras são colocadas na parte do meio para que as pessoas possam entrar e ouvir a reprodução sonora. Os próprios expositores levam os seus CDs, o que limita um pouco os estilos reproduzidos. Como disse no parágrafo anterior, é preciso ter um CD com alta qualidade de gravação para explorar o potencial do equipamento. Então temos muito Jazz, um pouco de Blues, música clássica e um pouco de rock clássico. Creio que a maioria dos presentes não seria muito democrático quanto à apreciação de estilos de música mais populares, mas existe a possibilidade de você levar o seu CD e pedir para ouvir uma música no aparelho. Essa é a melhor forma de decidir qual se encaixa melhor em seu gosto. A surpresa é saber que um equipamento que pode custar 400 mil reais não é ideal para ouvir todos os estilos musicais. Vamos então ver os destaques do evento de 2012.

Como no ano passado, comecei a ouvir a música da sala mais cara. A Aquarela Audio Design, representante de diversas marcas estrangeiras, levou novamente um conjunto sonoro da Gryphon. Esse é o tipo de aparelhagem de som que o valor está sempre nas alturas e conhecer alguém que realmente possui o conjunto é muito difícil. É uma coisa meio mitológica, assim como o nome da empresa. Tínhamos na sala duas caixas de som, um amplificador integrado Griphon Diablo (US$ 14.600,00) e um Cd Player com cara futurista que possuía a capacidade de tocar música via conexão sem fio direto de seu computador. Nessa sala o que dominou foi a MPB e Jazz. Muito boa a reprodução musical do conjunto, mas não foi a sala que mais gostei.

Depois me dirigi até a sala da Audio Shop que foi o expositor que mais gostei no ano passado por ter uma sonoridade do conjunto perfeita para o Blues e o Rock and Roll. Nessa sala encontrei algo que nunca tinha visto antes em minha vida. Um conjunto de caixas Magneplanar. Elas são extremamente finas e altas. Se não prestar atenção podem ser confundidas com divisórias. Elas utilizam falantes de fita que são instalados ao longo de toda a caixa. O curioso é que ela emite som dos dois lados. Infelizmente ela não consegue atingir um nível elevado de graves. Segundo alguns especialistas que estavam no local, essa é uma limitação da tecnologia e não um defeito do equipamento. Junto estavam tocando um CD Player CDD-1 da Gato Audio (muito bonito), um pré-amplificador da Gamut e dois amplificadores mono Gamut M250i. Muito bom para música clássica e outros estilos que não exijam muito dos tons graves.

A Liquid Sound também chegou com grande estilo trazendo um conjunto Electrocompaniet que era composto por Amplificador e um aparelho de Blu-Ray. A reprodução de CDs era perfeita, mas o que chamou a atenção na sala foi o toca-discos Avid Diva II SP. Era a única sala com um reprodutor de vinil de grande desempenho e foi praticamente a única mídia executada na sala. Neste momento tivemos a oportunidade de ver a diferença do mesmo disco em Vinil e em Cd. O resultado chega a ser uma covardia. O vinil espanca sem dó e se mostra realmente a melhor mídia para quem quer ouvir uma música de qualidade. Quer ter um desses em casa? Se prepare para desembolsar mais de 20 mil reais.

Porém, fora as firulas tecnológicas, a sala que mais gostei foi a da Cinesound que levou um conjunto de pré e amplificador Parasound e um CD Player Avance. Ótima reprodução de graves e agudos. Conjunto bacana para rock e blues e que se mostrou o mais barato da feira. Dava para levar tudo para casa com R$ 27.900,00.Talvez a minha preferência tenha sido afetada pelo fato de ser a sala mais democrática. Ouvimos de tudo, trocamos aparelhos, conversamos com todo mundo e o resultado foi muito bacana.

Porém, um destaque absoluto e que chamou atenção de muita gente foram duas empresas nacionais que fabricam equipamentos com preços acessíveis e com qualidade inquestionável e que estavam juntos na mesma sala, por serem empresas parceiras. A Toroid do Brasil estava lá para mostrar sua linha de transformadores toroidais. Além de serem utilizados na construção dos mais diversos equipamentos eletrônicos, eles também desenvolveram uma linha de transformadores chamada Isobox. O equipamento possui várias características que justificam o seu uso, mas o que interessa para quem gosta de música é que o Isobox impede a passagem de ruídos elétricos para o aparelho de música, fazendo uma filtragem da rede elétrica. Um modelo bacana para usar em casa com uma potência eficiente está saindo por R$ 700,00, um valor muito pequeno se comparado com os equipamentos importados que estavam na feira. A outra empresa que estava na mesma sala é a Pedrone Amplicadores Valvulados que se utiliza dos transformadores da Toroid do Brasil em seus equipamentos. A Pedrone levou para o evento um pequeno amplificador residencial valvulado estéreo com potência de 30w RMS por canal e com um preço que não vai te obrigar a vender o rim e um pedaço do fígado. O que vimos é um protótipo que em sua versão final vai custar apenas R$ 3.600,00. Um valor baixo para quem conhece a realidade do mundo dos amplificadores valvulados. Vou começar a guardar dinheiro.

O evento teve muito mais coisa, mas é impossível apreciar tudo de uma vez. O que importa é que nos divertimos muito, passamos muita vontade e já estamos contando os dias para o próximo ano. Agradecemos toda a organização da V Mostra Cinesound de Áudio Hi-End que nos recebeu muito bem e propiciou uma ótima experiência de apreciação musical.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários