Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Problemas em Marte, mas vai dar tudo certo!

Problemas em Marte, mas vai dar tudo certo!

19/07/2012 às 10:39

Eric Aguilar order 111211Group photos in Mars YardMER DTM, Marie Curie, MSL DTM, Matt and Wesphotog: Dutch Slager

Se a Lua é uma amante cruel, Marte é a Elise Matsunaga. Dos 38 lançamentos somente 19 foram bem-sucedidos, e Marte pode ser o Planeta Vermelho mas não dá folga para comunista. De 17 missões. os russos amargam sucesso em somente duas, a mais recente em 1972.

Mesmo as missões americanas bem-sucedidas não passam de 65% do total. Por isso é normal, mas preocupante saber que a Odyssey, sonda orbital que faria retransmissão e observação da complicaaaaaada manobra de pouso do robô Curiosity está dando xabu. Aparentemente o satélite de 376Kg está com dificuldades em reposicionar sua órbita, e assim não estará sobre a região de pouso, quando (se tudo der certo) o Mars Science Laboratory chegar em Marte, dia 5/8/2012.

Não dá nem pra reclamar. A Odyssey foi lançada em 7 de Abril de 2001. Sua missão primária foi completada em 2004, mas a danada simplesmente não morre. Continua lá, firme e forte, os painéis solares chupando fótons, tempestades solares colocam a sonda em modo de segurança de vez em quando mas ela depois volta ao normal. Batizada 2001 Mars Odyssey em homenagem a Arthur Clarke, é um tapa na cara desses celulares vagabundos que vivem quebrando.

Não sei se vão posicionar o Mars Reconnaissance Orbiter, para tentar fotografar o pouso, como fizeram com a Fênix, mas o principal é que sem a Odyssey, os 7 minutos de terror que serão o pouco da Curiosity serão bem mais aterrorizantes, pois será tudo às cegas.

Claro, o pouso não será acompanhado ao vivo, exceto pelo conceito da Globo de “ao vivo”, já que Marte está a 12.87 minutos-luz de distância da Terra, mas isso não diminui a ansiedade.

Ainda não há uma decisão final se tentarão novamente alterar a órbita da Odyssey. Ganhar alguns minutos de informação e arriscar uma sonda de 11 anos que mal-ou bem valentemente ainda funciona, ou sossegar o facho e esperar?

Por ESTE vídeo a decisão seria clara: Vamos arriscar. Ninguém chegou a lugar nenhum sentado esperando que o melhor aconteça, e o lema da Exploração Espacial não é Ad Astra Per Aspera (Para as Estrelas, apesar das Dificuldades") à toa.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários