Meio Bit » Baú » Fotografia » Nada de tripés ou longas teleobjetivas nos jogos Olímpicos de Londres

Nada de tripés ou longas teleobjetivas nos jogos Olímpicos de Londres

13/07/2012 às 10:47

As Olimpíadas, assim como a Copa do Mundo de Futebol, se transformaram em grandes eventos que movimentam muito dinheiro e atraem uma quantidade gigantesca de pessoas para as cidades aonde os jogos vão se realizar. O primeiro ponto a se levar em conta é se o local possui estrutura para receber essa quantidade elevada de pessoas. O segundo ponto é que deve haver regras para a convivência dessa enorme multidão. Infelizmente, quando você tenta disciplinar uma manada desgovernada, as medidas precisam ser duras e quase sempre vão desagradar a todo mundo. Lembro quando a obrigatoriedade do uso do cinto de segurança em automóveis entrou em vigor e a multa pesada passou a ser aplicada. Por incrível que pareça muita gente reclamou, achou um absurdo, e até hoje tem gente que acha que isso é uma coisa idiota.

Quem está passando por uma situação parecida é o Comitê Olímpico dos jogos de Londres. Eles liberaram uma lista de restrições que faz os jogos de Pequim parecer um passeio no parque. Praticamente tudo foi lembrado e proibido, levando em conta situações que aconteceram em anos anteriores e em outras competições. Por exemplo, você não pode levar guarda-chuva ou um chapéu muito grande para os estádios. As pessoas reclamam que o clima de Londres é instável e que muita gente vai tomar chuva, mas em um local com milhares de pessoas espremidas em uma arquibancada fica complicado o sujeito que está a minha frente estar usando um sombreiro de 90 centímetros de diâmetro. Da mesma forma você não pode levar muita coisa junto com você. Lanches e água devem caber debaixo de seu banco. Qualquer camiseta com marcas de produtos ou demonstrações políticas (inclusive a popular camiseta do Che Guevara) estão proibidas. E, a que mais gostei, qualquer acessório que produza ruído também será recolhido na entrada dos Estádios. Adeus às Vuvuzelas e instrumentos parecidos. Será que isso poderia ser aplicado na Copa do Brasil??

E por fim, e que deve afetar a todos os amantes da fotografia, não será permitida a entrada de tripés, monopés ou teleobjetivas de grande distância focal. Obvio que aqui também está sendo pensada a questão do espaço que cada um vai ocupar nas arquibancadas e o fato de não incomodar o vizinho com um equipamento muito grande. Porém, não foi especificado o que seria uma teleobjetiva grande. Estamos falando na medida da distância focal ou o real tamanho da lente. Comparar uma 300mm prime (geralmente com grande abertura de diafragma) com uma 70-300mm das mais baratas é covardia. Se o fator a ser determinado para a proibição for a distância focal as duas estariam proibidas. A Nikon possui lentes compactas de grande distância focal para a linha DX que também seriam proibidas nesse caso. E as compactas ultrazoom com mais de 800mm de distância focal? Também não foi definido se essa regra vale apenas para os espectadores ou se a imprensa vai entrar na faca também. Acho complicado retirar as grandes teleobjetivas dos profissionais da imprensa, mas esse tipo de evento tem a tradição de não ligar muito para o conforto dos fotógrafos.

Fonte: Daily Mail

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários