Meio Bit » Baú » Internet » Estupidez Infinita, agora em seu Twitter

Estupidez Infinita, agora em seu Twitter

06/07/2012 às 12:27

Há uma história clássica onde um imbecil anunciou no eBay um CD do Windows, e como prova colocou uma foto. Na foto via-se claramente a única coisa que realmente importa: A chave de registro. Claro que imediatamente a chave foi usada em uns 9545232 computadores diferentes, foi marcada como pirata e invalidade na Microsoft.

Acha que foi um caso raro? Não é. A quantidade de gente que não se toca que está divulgando informação pessoal em redes sociais é imensa. Duvida? Então divirta-se com a busca no Twitter para “anota meu cel”.

Calma que piora. O causo em questão é uma conta chamada Need a Debit Card. O sujeito faz buscas no Twitter pelo termo “debit card” e posta os resultados.

O resultado?

geniosdocartao

Sim, há centenas, talvez milhares de buchas postando fotos de cartões sem tapar os números.

“mimimi não tem o código de verificação” sim gênio, mil números, de 000 a 999. Complicadíssimo fazer um script que tente 1000 transações até achar o correto, né?

A grande, maior, talvez a única falha de segurança realmente significativa seja a peça entre a cadeira e o teclado. Quem lidou com usuário sabe a praga que é explicar que ele NÃO ganhou US$50 milhões de um príncipe nigeriano, que ele NÃO vai perder o CPF porque o SPC mandou uma notificação pro TSE, e que NÃO, ele NÃO é o 100.000o visitante a entrar no site, e NÃO ganhou um iPad.

Pessoas não gostam de senhas, não gostam de LER caixas de aviso e muito menos gostam de interpretar o que o texto diz. Gente inteligente é reduzida a um balbuciante retardado de anedota politicamente incorreta diante de qualquer coisa em uma tela de computador.

Meu lado darwinista diz “deixa queimar”, mas essa postura leva à criação das botnets, redes de computadores zumbis (eles comem cérebros, os donos não correm risco) usados para spam, ataques DDOS e outras maldades digitais.

Qual a solução? Não sei, não sei mesmo.

Fonte: HP

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários