Meio Bit » Baú » Games » Tribunal ordena: Europeus poderão revender seus jogos digitais

Tribunal ordena: Europeus poderão revender seus jogos digitais

03/07/2012 às 14:41

dori_stea_03.07.12

Se a indústria de games vem há anos buscando soluções para acabar ou pelo menos diminuir o comércio de jogos usados, uma decisão tomada pela Corte de Justiça da União Europeia provavelmente fará com que muitos executivos percam suas noites de sono, pois de agora em diante os consumidores deverão poder revender os títulos adquiridos em lojas de distribuição digital.

De acordo com o documento, “o autor do software não pode se opor à revenda de suas licenças ‘usadas’, permitindo o uso de seus programas baixados da internet.” O texto ainda diz que “mesmo que os termos de licença proíbam uma transferência para outra pessoa, o detentor dos direitos não pode mais impedir a revenda daquela cópia.

O decreto especifica no entanto que caso um jogo seja passado para outra pessoa, o vendedor deverá deletá-lo do seu computador, caso contrário será considerado crime, já que neste caso as leis de direitos autorias estarão sendo violadas. Para o tribunal, os direitos de reprodução exclusivos não podem ser esgotados na primeira venda.

Porém, uma lista de perguntas passam pela minha cabeça ao saber de tal decisão. Como se comportarão serviços como Steam, Origin, PSN, Xbox Live e tantos outros em relação a esta decisão? O que acontecerá com eles se não seguirem as ordens e será que estão preparados para permitir que os usuários revendam seus jogos? E digo mais, será mesmo que essa imposição é realmente boa para os gamers?

É claro que a maioria defende o direito de poder revender seus jogos, mas essa nova lei não poderá acabar fazendo com que lojas deixem de atuar nos países atingidos ou mesmo as editoras decidam que desse jeito o melhor é deixar de distribuírem os seus games digitalmente por lá?

No fundo acho que essa história ainda terá muitos capítulos e se a princípio a exigência não nos afeta, será interessante ver como os consumidores do restante do planeta se comportarão caso os europeus realmente possam revender suas aquisições. Essa eu pago para ver. Ou melhor, até pago, mas numa promoção do Steam, só para depois vender com um valor bem maior.

[via Eurogamer]

relacionados


Comentários