Meio Bit » Baú » Mobile » Como tem sido minha experiência com o Nokia Lumia 800

Como tem sido minha experiência com o Nokia Lumia 800

01/07/2012 às 17:26

Depois da notícia trágica do tio Laguna, de que o Nokia Lumia 800 seria jogado "fora", devido ao lançamento do Windows Phone 8 que seriam em tese incompatível com o Lumia. E quem me acompanha no Twitter e no Facebook, deve saber que eu estou vendendo tudo, iPhone 4S e o iPad já foram vendidos, meu Droid Razr está lá no Mercado Livre, meu antigo MacBook White idem e quem sabe o Lumia não faça sua estréia na lista de equipamentos à venda.

Adivinhem a cor do meu...

A verdade é que eu gostei muito da interface do Windows Phone. É uma experiência nova para mim, que sempre fui usuário iOS e Android. Se compararmos a home screen do WP7 em relação aos outros sistemas operacionais, podemos dizer que ela é nativamente, bem mais enriquecedora e informativa do que nos outros sistemas. Eu posso stalkear meus amigos direto da tela (para quem não sabe, se o seu amigo estiver com o Twitter e o Facebook no perfil, é possível ver a última postagem) ou fazer ligações fáceis e rápidas.

O sistema travou duas vezes comigo. Uma quando estava rodando um jogo leve (sério, aqueles jogos tipo Tower Defense, mas bem simples) e outra quando estava conectado no USB carregando e eu fui atender uma chamada e ele não quis atender. Fora isso, sem travamentos, sem queda de performance. No entanto preciso destacar os pontos negativos e positivos do aparelho.

Câmera

Falta uma câmera frontal. Isso faz toda a diferença, principalmente quando se oferece aplicativos de video-conferência na Marketplace como o Skype. A câmera traseira é ótima, do jeito que a Nokia sabe fazer. Com lentes Carl-Zeiss Tessar e resolução de 8MP ele grava em HD (720p). O flash é ótimo também e dá para baixar um aplicativo que serve de lanterninha (só que bem mais potente do que a presente no 1100).

Creio que o aplicativo atual de câmera deixe algumas coisas a desejar. Bem mais avançado do que no iOS, com a possibilidade de escolha de macro ou não, mas ainda perde um pouco para o aplicativo nativo do Android.

Espaço Interno e Software de Sincronização

Ele tem 16GB de memória interna e assim como o iPhone, não permite expansão via cartão microSD. É uma memória boa, mas não permite armazenar tantas músicas assim.

Sem falar que o aplicativo da Microsoft para sincronização de dados (versão Mac), não é assim uma... Brastemp. Ele se "inspira" no visual do iTunes. Mas travou diversas vezes. Para copiar música, é preciso selecionar cantor por cantor através de um botão select. Não possui a maravilha de um drag and drop ou de selecionar as músicas pelo Shift.

Ele também sincronizou meus contatos automaticamente com os do MSN. O que foi horrível, já que tinham alguns contatos tensos. (Fixem nessa palavra tensa) E na tela principal aparecia umas fotos tensas. Por sinal, contatos já removidos (sério).

Processador e Multitarefa

Para quem não sabe ele é um single-core. Não faz muita diferença, joguei até o Rise of Glory nele e não houve sinal de travamentos. A experiência do jogo foi tão boa quanto a do iPhone e do iPad. No entanto, eu achei algo estranho: onde fica a multi-tarefa do WP7? Sério, eu sei que clicar no botão voltar vai voltar infinitamente (ou quase) para todos os aplicativos que você abriu. Mas existe algum botão ou algo que mostre a multitarefa como no iOS e no Android? Não achei, se houver me desculpem a falha, mas como não está facilmente visível, considero um ponto fraco.

Preço

O meu veio desbloqueado direto da Nokia. A empresa deu um prazo de cinco dias úteis e chegou em dois dias úteis. Creio que tenha vindo da Nokia Store do Shopping Recife, mas tudo bem. Ele está no valor R$1.399,00 pelo site da empresa.

Prós

  • Câmera de alta resolução;
  • Bom espaço interno;
  • Processador single-core com o Windows Phone 7 não mostra sinais de "engasgamento";
  • Ótimos gráficos até em jogos que exigem um pouco mais de performance;
  • Não esquenta loucamente como o iPhone 4S.

Contras

  • Não possui câmera frontal;
  • Demora da Nokia em lançar o Mango;
  • Falta da função hotspot (só vem quando lançarem o Mango);
  • Preço meio elevado;
  • Difícil ou inexistente função de multitarefa;
  • A bateria dura, mas não tanto (principalmente com 3G ligada).

Vale a pena?

Hm. Não. Mas pera, você falou tão bem do aparelho? Como não vale a pena?! Bom, assim como o tio Laguna disse no artigo dele sobre as novidades do Windows Phone 8, eu também preciso comentar algumas features que são quase-padrão nos celulares atuais e que fazem falta no Lumia 800.

Por exemplo: NFC. O Nokia C7-00 com Symbian Anna possui suporte ao NFC. E pelo preço máximo do Mercado Livre, (R$630,00) é possível comprar dois C7-00 para ficar brincando de NFC entre si mesmo. Veja bem, o NFC já chegou ao Brasil e já existem ferramentas brasileiras que fazem uso dele como o PagSeguro.

A falta de uma câmera frontal parece não incomodar, mas e para fazer uma video-conferência no Skype? As coisas complicam. O que eu acho? Todo modelo que se considere smartphone precisa sair de fábrica com uma câmera frontal.

A bateria é boa, é melhor que o Droid Razr (na verdade, qualquer bateria é melhor do que a do Droid Razr), mas ainda assim é curta em relação ao iPhone e olhe que eu só uso o Lumia para jogar quando ele está carregando (ok, e quando eu estou em filas/locais chatos).

Ou seja, eu guardaria o seu dinheiro para um outro celular. O próprio N9 é bem melhor que o Lumia (em questões de hardware). No entanto, eu fico com o próximo Android ou iOS que sair. Vamos ver se a Apple vai fazer mesmo o Samsung Galaxy SIII parecer um celular infantil. Ou será mais do mesmo.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários