Meio Bit » Baú » Games » Miyamoto critica quantidade de shooters no mercado

Miyamoto critica quantidade de shooters no mercado

20/06/2012 às 15:35

dori_shig_20.06.12

Na semana passada Shigeru Miyamoto concedeu uma entrevista onde revelou sua vontade de criar um jogo de tiro em primeira pessoa, algo que infelizmente não deve acontecer tão cedo devido a falta de tempo que ele encara atualmente. No entanto, isso não impediu o game designer de criticar a maneira como a indústria parece obcecada por games assim.

As vezes fico preocupado com a dependência continua em se fazer jogos tão centrados nas armas e por haver tantos deles. Passo bastante tempo imaginando – particularmente em relação a geração de novos jogadores – como eles se sentam, jogam e interagem com isso.

Com formas anteriores de mídia, como os livros, era fácil para os pais saber e entender o que eles estavam comprando para suas crianças. Já com a transição para mídias digitais ficou mais difícil para eles terem uma plena compreensão do que está acontecendo. De um ponto de vista de um desenvolvedor de jogos, é importante levar isso em consideração.

Isso me faz lembrar uma velha discussão em relação aos jogos não precisarem ser violentos para serem divertidos e provavelmente não há uma empresa que represente isso melhor do que a Nintendo. Já sobre o Miyamoto desenvolver um FPS, acho que seria possível sem que ele fosse um Call of Duty ou Battlefield, e títulos como o Portal ou Mirror's Edge já mostraram que o gênero ainda pode ser explorado de muitas maneiras.

[via Official Nintendo Magazine]

relacionados


Comentários