Meio Bit » Baú » Fotografia » Bill Gates, feche as pernas!

Bill Gates, feche as pernas!

19/01/2007 às 23:23

zunegates.jpg

Quando as especificações do Zune surgiram muita gente se animou. O WIFI poderia ser uma killer App e diferenciá-lo do iPod, a tela grande era excelente para vídeos, e as limitações do software, bem, 1.0 é assim mesmo. Só que a pressão das gravadoras limitando a transferência de músicas via WIFI para apenas 3 execuções foi um balde de água gelada, pois pune inclusive o material originalmente SEM DRM.

Agora a coisa piorou. Segundo o Engadget, as gravadoras estão marcando várias músicas como "não compartilháveis", mesmo dentro do modelo já restrito do Zune. Andando para trás, só estão adiando a sua morte. O próprio Bill Gates já disse, DRM é um saco, o melhor é comprar o CD e ripar. Tanto o Windows Media Player quanto o iTunes fazem isso muito bem.

Se a Microsoft quer mesmo incomodar a Apple e entrar no mercado de música digital, tem que colocar o Paul (Allen) na mesa e dizer: "Chega. Ou vocês vendem online nos nossos termos ou morrem. Nós temos bala na agulha pra esperar, e vocês?" As vendas de CDs em 2006 foram 25% menores que 2005, enquanto isso as vendas de música digital, com enorme participação do iTunes foram recorde.

Não se enganem, a relação não é amistosa, as gravadoras odeiam a Apple mas não podem fazer nada, fizeram acordos errados (para elas) por não acreditarem em música digital, e agora não podem voltar atrás. Mais ainda, continuam não acreditando. Por isso enfiam DRMs goela abaixo, mesmo da Microsoft. Inviabilizando o Zune podem mentir para si mesmos dizendo "vejam, não deu certo. Não falamos que música digital é só modismo sem futuro?"

Bem, meus caros, não é. E logo, logo algum grande nome seguirá o que muitos pequenos já estão fazendo, negociando direto com os sites, seja o iTunes, Raphsody ou a Zune Store, e a porteira estará aberta. A tecnologia está aí, seja um iPod seja um SdruvsMP4 Player 2000 a música é reproduzida, e vocês se tornam a cada dia mais irrelevantes e mais indesejados.

Para a Microsoft, uma dica: Comprem uma gravadora. Passem 3 anos investindo em nomes consagrados, liderem a tendência. Removam o limite de 3 execuções das músicas enviadas via WIFI, subsidiem esse mercado com anúncios no próprio Zune. Tornem o ato de comprar música digital tão simples e gratificante quanto comprar filmes e créditos no XBOX. Não tentem ressucitar um modelo de negócio que já morreu e esqueceu de deitar, criem algo novo e sejam pioneiros.

relacionados


Comentários