Meio Bit » Baú » Hardware » SSD com autodestruição projetado por quem não conhece humanos

SSD com autodestruição projetado por quem não conhece humanos

17/05/2012 às 16:24

No Século Passado a Prológica tinha como carro-chefe o CP-500, um clone do TRS-80 que vinha em um gabinete de bronze com 5cm de espessura, reforçado internamente com Titânio e Adamantium. O teclado era de uma liga de Vibranium-Uru e a parte mais frágil, o monitor incorporado, era Alumínio transparente. O CP-500 foi projetado não só para resistir a uma explosão nuclear de 50 megatons a queima-roupa, como para resistir a usuários.

O ÚNICO ponto fraco, o Clitóris de Aquiles dele era uma reentrância na lateral do teclado, com um botão vermelho proeminente. Colocado no ponto focal natural do computador, ele era irresistível para QUALQUER curioso que perguntava “pra quê serve isso?” enquanto apertava.

Era o reset.

Por isso fiquei com um pé atrás com esse SSD da RunCore.

runcore-ssd

Não me entenda mal, a idéia é excelente. Há muitas situações onde dados sigilosos precisam ser eliminados de forma rápida e eficiente, e pra isso o InVincible caiu do céu. É um SSD parrudo, funciona em temperaturas de –45C a 95C, lê a 240Mbps, escreve a 140Mbps e vem com um cabo muito especial.

Com dois botões, o verde apaga logicamente os dados do HD, reescrevendo as posições de memória, mas se o bicho pegar, se os homi estiverem na sua porta, e você absolutamente positivamente tiver que apagar cada motherfucking bit do HD, aperte o botão vermelho.

Ele irá fritar os chips de memória, mas fritar mermo. É lindo, veja no vídeo a japinha demonstrando, por volta do minuto 2:

Claro, muita gente acha isso exagero, mas são os hipsters do Slashdot que apostam tudo no discurso “mimimi nossa encriptação open source PQP-2000 de chave pública é inquebrável”. Quanto a esses, duas dicas:

Primeiro, a Alemanha Nazista também achava que sua criptografia era inquebrável, e graças a Alan Turing e um monte de outros gênios, descobriram que estavam errados da pior forma.

Segundo, não adianta ter a melhor criptografia do mundo se a chave para ela pode ser obtida com um psicopata, um alicate e uma sala à prova de som.

Portanto, do ponto de vista de segurança o inVincible é excelente, meu único e grande receio são os idiotas que podem ver o botão e apertar pra ver o que acontece.

peterbotao

Fonte: SD

relacionados


Comentários