Início » Arquivos » Celular » HTC quer smartphones mais finos, mesmo que duração de bateria seja menor

HTC quer smartphones mais finos, mesmo que duração de bateria seja menor

Fabricante cancelou desenvolvimento de aparelhos com baterias maiores.

Paulo Higa Por

Você está satisfeito com a duração de bateria do seu smartphone? Se você fica com raiva após o aparelho desligar por falta de energia antes do fim da tarde, saiba que a HTC não pretende resolver seu problema tão cedo. De acordo com a empresa, a maioria dos consumidores prefere smartphones mais finos a baterias com maior capacidade – e é para satisfazer esses usuários que a HTC voltará seus esforços de agora em diante.

A fabricante planejava produzir smartphones com bateria de 3000 mAh ou mais, mas os planos foram cancelados porque adicionariam alguns milímetros a mais na espessura dos aparelhos. Esses dispositivos seriam concorrentes de celulares como o Motorola DROID RAZR Maxx, Android que possui bateria de 3300 mAh com capacidade para aguentar mais de 20 horas em chamadas de voz.

Huawei Ascend P1 S tem 6,68 mm de espessura. HTC quer produzir smartphones ainda mais finos, mesmo que a duração de bateria não seja aquelas coisas.

O mais novo smartphone top de linha da HTC é o One X, com espessura de 8,9 mm e bateria de 1800 mAh não-removível. A meta da empresa é produzir aparelhos com até 6 mm de espessura, uma marca que nenhum fabricante Android conseguiu até o momento. Com telas cada vez maiores e componentes em maior número para suportar conexões 4G e outras tecnologias, está mais difícil desenvolver dispositivos tão finos, mas a Huawei atingiu 6,68 mm de espessura com o Ascend P1 S.

Baterias não-removíveis serão tendência nos smartphones da HTC, afirma a empresa. Em aparelhos mais avançados de outros fabricantes, como Motorola RAZR, Nokia Lumia 900 e iPhone 4S, a receita é a mesma para tornar o celular mais fino e com design mais atraente. A fabricante taiwanesa também afirmou que não pretende mais produzir smartphones com teclado QWERTY físico.

Eu prefiro baterias com maior capacidade para não ter problemas no dia seguinte caso esqueça de deixar o smartphone carregando durante a madrugada – essa também é a opinião de 82% dos usuários do SlashGear. Mesmo porque aparelhos extremamente finos mas com telas grandes não fazem lá muito sentido.

Com informações: Android Community.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Egleson Castro Lima
Vai fali mesmo, o pior problema dos smartphones são a duração da bateria!
@TatoGomes
O que eu mais odeio no meu Galaxy Tab. Algum dia eu aprendo a abrir aquilo...
@ildeubasilio
Esta historia de celular fininho é uma estupidez sem tamanha, prefiro um celular um pouco mais espesso , mais com uma bateria muito mais durável. No futuro, quem me oferecer um aparelho deste, leva meu dinheiro.
Felipe Marinho
Nokia não vai falir.. a Microsoft tá colocando muita grana no esquema, aliás, nenhuma das fabricantes de smartphones está perto de falir, pense mais antes de falar coisas sem argumentar. xD
Felipe Marinho
Alguém se lembra dos celulares Nokia á 3 anos atrás com bateria de uma semana? Era SHOW!! xD
Leandro
Eu não ligaria de ter um smartphone tijolo igual o iPhone se a bateria do meu SII durasse mais.
Felipe Santos
Com certeza eu prefiro a duração da bateria! Não compraria um celular só por ser fino.
Jorge Zugaib
Do Nokia 1100 com duração infinita de bateria fica só a saudade...
Kadu
Infelizmente chama mais atenção ao consumidor comum um smartphone com poucos milímetros de espessura do que um com muitos mAh de bateria, pois a maioria não percebe ou entende este tipo de informação. Mas que é uma decisão estúpida, é. Prevejo daqui há alguns anos a HTC com fama de "celular com bateria que não dura nada" tentando se desvincular deste rótulo. Tiro no pé. HTC está definitivamente fora da minha lista de possíveis compras.
Gabriel Arruda
Para ser sincero, não sei o tamanho do impacto que o efeito "uau" tem para o consumidor comum em geral. Pode ser que o pessoal da HTC esteja certo. Pessoas que visitam blogs são uma amostra de consumidores terrivelmente viciada para dar opinião sobre recurso/estética. Não sei quantas vezes vi pessoas comparando MacBook Pro com Alienware, sendo que para mim são coisas completamente diferentes. Comparar Lotus Elise com Mercedes Classe E por exemplo. Isso é completa falta de senso ao olharmos para um consumidor comum. Lembro que quando fui adquirir meu smartphone, ia diversas vezes na Fast Shop dar uma olhada neles. O smartphone que as pessoas sempre pegavam para olha era o Xperia S, pois ele chama atenção. É ultra-fino, diferente...o pessoal olhava o S2 depois geralmente. Pessoalmente, prefiro a bateria porque o Razr Maxx tem um tamanho bom e a bateria é muito melhor.
@victoygor
O que importa um smartphone, Beautiful, finíssimo, se na hora de produzir, na hora que precisa dele ele te deixa na "mão" ? Não quero dizer que deixar o smart mais fino não seria necessário, mas se conseguisse aliar Design x Produtividade (bateria) seria muito mais legal!!! E evitaria frustamentos, como alguns donos do Razr mais Hard User veio a ter!
@wnobuo
a HTC já não tem lá um grande publico por ter os celulares mais complicados de se mexer, imagina agora um celular dificil de mexer com a duração de bateria de um LG. Como diria o cap. nascimento, "vai dar merda". A HTC pode ser a proxima Nokia, ou seja, a proxima a falir.
Kessler
Não!
Hattori Hanzo
Só vc mesmo.
@luiz574
Só eu que não gosto desse negócio de não poder remover a bateria?
Exibir mais comentários